quarta-feira, 1 de Julho de 2015 13:14h

Ao som de clássicos musicais, SEC e Codemig lançam editais para as bandas civis

Centenas de servidores prestigiaram o evento que aconteceu na hora do almoço na Cidade Administrativa

Para o Governo de Minas Gerais, investir em cultura de tradição é trazer significado ao presente dos mineiros. A Secretaria de Estado de Cultura e a Codemig lançaram em cerimônia, nesta quarta-feira (01/07), na Cidade Administrativa, os editais das Bandas de Minas, que, neste ano, tem R$ 1 milhão de recursos destinados às corporações musicais do Estado.
Durante a solenidade, centenas de pessoas puderam assistir a uma amostra da rica cultura mineira. As bandas Corporação Musical Nossa Senhora de Lourdes (Vespasiano), Banda Nossa Senhora do Carmo (Betim) e Banda de Música Vitalina Correa (Cordisburgo), em perfeita sintonia, executaram clássicos da música mineira.
Movido pela alegria sonora que saía dos instrumentos das bandas que se apresentavam, o secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, frisou a importância dessa tradição para Minas Gerais. “As bandas civis de música são a alma dos nossos cidadãos; traduzem o espírito mineiro. Por isso, a Secretaria de Cultura se empenhou em aprimorar, ampliar, revigorar e, principalmente, qualificar o edital das Bandas de Minas”, afirmou.
Representando a Codemig, patrocinadora do programa, a Diretora da Indústria Criativa, Fernanda Machado, destacou o caráter desenvolvimentista das bandas. “São mais de 20 mil músicos em Minas Gerais, que são também empreendedores, utilizando da música a forma de trabalho que fomenta a economia”.
Visivelmente emocionado, o maestro André Geraldo Martins, da Banda Vitalina Correa, enfatizou a missão humanista da música. “Um instrumento a mais significa mais uma criança tocando, e, por consequência, um jovem a mais se tornando verdadeiro cidadão”.
Representando a Codemig, patrocinadora do programa, a Diretora da Indústria Criativa, Fernanda Machado, destacou o caráter desenvolvimentista das bandas. “São mais de 20 mil músicos em Minas Gerais, que são também empreendedores, utilizando da música a forma de trabalho que fomenta a economia”.
Responsável pela gestão do Bandas de Minas, o superintendente João Miguel disse que pretende “aprimorar e estreitar a relação com os músicos mineiros, para poder abraçar as centenas de bandas espalhadas pelo nosso Estado”, finalizou.

Editais
A partir desta edição, as corporações musicais receberão instrumentos de qualidade, garantindo a excelência das apresentações mineiras. O desenvolvimento do Estado passa, necessariamente, pela formação cultural e a SEC oferecerá oficinas de formação profissional aos músicos e maestros mineiros.
Os prêmios destinados às bandas contempladas são convertidos em instrumentos de sopro, metal e percussão, como forma de contribuir com a manutenção e o aperfeiçoamento dos conjuntos musicais.
Também é novidade do edital de 2015 das Bandas de Minas o critério de ‘Região Territorial’ onde está localizada a corporação musical concorrente. A inserção dessa regra se baliza na diretriz de regionalização do Governo Fernando Pimentel, que consiste em estimular a produção cultural mineira, por meio das políticas públicas voltadas para os 17 territórios de desenvolvimento.
Em novembro, o Bandas de Minas vai promover um Encontro de Bandas, integrando programação do Circuito Cultural Praça da Liberdade, em Belo Horizonte.
Os dois editais estão com inscrições abertas de 01 de julho a 17 de agosto. Os recursos são provenientes da Companhia de Desenvolvimento de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais - CODEMIG.
Acesse editais e mais informações em programabandasdeminas.mg.gov.br e www.cultura.mg.gov.br.

Pré Requisitos para participação dos editais
O edital destina-se às Bandas de Música Civis do Estado de Minas Gerais, assim definidas como aquelas legalmente constituídas há pelo menos 6 (seis) meses da data de publicação deste edital, comprovado pelo cadastro na Receita Federal (CNPJ), sob a forma de instituição pública ou privada sem fins lucrativos, que possuam Diretoria, Estatuto e/ou Regimento Interno, registrados em Cartório e devidamente cadastradas na Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais.

As bandas que desejarem se cadastrar junto à Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, para fins de inscrição no presente edital, poderão fazê-lo até o dia 01 de agosto de 2015. Consulte editais para mais informações.

Encontro de Bandas
O Encontro de Bandas será realizado na Praça da Liberdade no dia 22 de novembro de 2015, das 10h às 12h. Serão selecionadas seis bandas de música de Minas Gerais, de forma a incentivar a integração, o desenvolvimento e o fortalecimento de laços entre as corporações musicais do estado e entre o público, proporcionando à sociedade evento artístico relevante e representativo da identidade cultural de Minas Gerais.

Bandas de Minas
O Programa Bandas de Minas – realizado com recursos da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemig) - tem o objetivo de incentivar e valorizar um dos principais elementos da identidade cultural mineira: as bandas civis de música.
Minas Gerais possui 681 bandas cadastradas na Secretaria de Estado de Cultura, distribuídas por mais de 500 municípios, sendo o estado brasileiro que abriga o maior número dessas corporações. A primeira banda de música do Brasil surgiu em Mariana (MG), em 1774, e teve Pedro Novalasco da Costa como regente. As bandas se tornaram mais populares quando a Corte Real Portuguesa chegou ao Brasil, em 1808, e trouxe uma banda que passou a tocar nas cerimônias oficiais.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.