sábado, 18 de Outubro de 2014 14:57h Simião Castro

Após decretar calamidade, Formiga suspende aulas

Outra cidade que também está com as aulas suspensas é Oliveira. O município interrompeu as atividades no dia 2 e estuda decretar calamidade pública


Crédito da foto: Divulgação/Prefeitura de Formiga

 

 

A partir de segunda-feira as aulas da rede municipal de Formiga estarão suspensas. A prefeitura da cidade tomou a decisão depois de ter decretado calamidade pública no último dia 15 por causa da falta de água.
O prefeito de Formiga, Moacir Ribeiro, optou pela medida em reunião com representantes da Secretaria Municipal de Educação e da Inspetoria de Ensino na quinta-feira, de acordo com nota divulgada pela prefeitura. A Superintendência Regional de Ensino estuda se vai adotar o mesmo posicionamento com relação às escolas estaduais da cidade.
Depois do decreto de calamidade, a prefeitura afirma na mesma nota que providencia a perfuração de quatro novos poços artesianos e restauração de outros já existentes. A perspectiva de reforço na captação de água a partir desses poços é positiva para o município. Dois deles, já em operação, fornecem cerca de 30 mil litros de água por hora cada.
Oliveira
Foi prorrogada por tempo indeterminado a suspensão das aulas nas escolas municipais de Oliveira. Quem confirmou foi a secretária de educação da cidade, Celma Vargas Kadour Andrade. No último dia 2 o prefeito, João Batista de Sousa, determinou a interrupção imediata das aulas por 10 dias, período agora estendido sem prazo definido, em razão da alta demanda de água das instituições.
De acordo com a secretária, foram levados em consideração os laudos do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) da cidade, que atestavam a impossibilidade de retomar as aulas em vista das dificuldades na captação plena de água em Oliveira. A Assessoria de Comunicação do município, no entanto, disse por telefone que, apesar de racionado, o abastecimento está sendo feito. A cidade já está sob estado de emergência desde 16 de setembro e estuda necessidade de também decretar calamidade pública.

Foto: Poço Formiga - Divulgação
Legenda: A vazão do poço no bairro Jardim das Acácias, em Formiga, chegou a 30 mil litros por hora
Crédito da foto: Divulgação/Prefeitura de Formiga

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.