quarta-feira, 7 de Dezembro de 2011 10:39h Cristiane Fernandes

As Micro e Pequenas Empresas movimentam o setor econômico de todo país

Em Divinópolis as vagas de emprego, nos últimos anos, foram, a maioria, disponibilizadas pelas MPEs

As Micro e Pequenas Empresas (MPEs), de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego, são as indústrias que mais crescem e geram empregos em todo país. Em 2010 foram criados 1,6 milhões de empregos com carteira assinada, nas indústrias de pequeno porte. Somente este ano, até o mês de Outubro as MPEs geraram cerca de 1,4 milhões de novos empregos; comparado a outros cargos disponíveis no país, as pequenas empresas representam 80% dos empregos no Brasil, somente neste ano de 2011.


Em Minas Gerais, a situação não é diferente, com base em pesquisas realizadas pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), 99,3% das empresas, no estado, são MPEs. No ano de 2009, em Minas, cerca de 672 mil MPEs abriram as portas e geraram cerca 57% de mão de obra empregada. Em Divinópolis, segundo o SEBRAE, existem 10.176 micros e pequenas empresas e juntas, empregaram mais de 29 mil pessoas.
No Distrito Federal, há alguns anos atrás, o setor que mais gerava empregos, segundo o SEBRAE, era a mão de obra originada da própria unidade da Federação, porém nos últimos anos, essa situação mudou, em 2010, a iniciativa privada movimentou o setor econômico e as expectativas é que após a Copa do Mundo, em 2014, esse setor aumente ainda mais e supere o setor público.


De acordo com o SEBRAE, as micro e pequenas empresas, movimentam o setor econômico por necessitarem de mão de obra. Porém, é preciso tomar muito cuidado na administração das empresas, pois os números de MPEs que fecham as portas com menos de dois anos no mercado, também cresce. Em Minas Gerais, em 2009, 16.624 micro e pequenas empresas fecharam as portas.
Mesmo com o grande número de empresas, que abriram e fecharam as portas, em todo país, a pesquisa realizada pelo SEBRAE possui números positivos para as MPEs para os últimos anos. Este setor vai continuar a crescer e gerar empregos por muitos anos, devido o consumo da população, proporcionado pela Copa de 2014 e as Olimpíadas.


Além dos empregos, as MPEs, de acordo com dados do Anuário do Trabalho na Micro e Pequena Empresa 2010/2011, nos últimos anos, este setor também tem favorecido os funcionários quanto o assunto é salário, com base na pesquisa realizada de 2000 a 2010. Os empregados dessas empresas, nos últimos anos, tiveram aumento real de salário de 14,3%. Nas grandes e médias empresas, o aumento salarial foi, apenas, de 4,3%, três vezes menor.


Setores das Micro e Pequenas Empresas

 

No Distrito Federal (DF), 20.107 mil vagas foram abertas através das MPEs, entre julho de 2010 e julho deste ano. Desse total, 7.064 foram da construção civil, 1.449 do comércio e 10.996 de serviços. Em Minas Gerais, 2.111 indústrias foram abertas em 2009, e geraram 10.925 vagas de emprego, 527 empresas de construção civil e consequentemente, empregaram 1.529 trabalhadores, 5.027 comércios com mais de 10.929 de funcionários com carteira assinada e 2521 serviços gerais com 5.901 pessoas trabalhando.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.