sábado, 14 de Junho de 2014 06:47h

Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais assina contrato de empréstimo de US$ 150 milhões

Acordo foi firmado junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Recursos serão utilizados para financiar cerca de 200 projetos de infraestrutura municipal

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) assinou, nessa sexta-feira (13/06), na sede do Banco, contrato de empréstimo de US$ 150 milhões com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para apoio aos municípios mineiros.

Os recursos serão provenientes do BID e do Fundo Chinês de Cofinanciamento para a América Latina e Caribe – constituído pelo Banco Popular da China (BPC) e gerido pelo BID – e apoiarão projetos de investimento na infraestrutura municipal em Minas Gerais, sendo financiados até R$ 5 milhões por município.

Estima-se que serão apoiados aproximadamente 200 projetos, por meio de duas linhas de financiamento já existentes e que receberão o reforço dos recursos emprestados pelo BID: BDMG Saneamento, voltada para projetos de água, esgoto e resíduos sólidos urbanos, e BDMG Urbaniza, para projetos de iluminação pública, drenagem, mobilidade urbana e pavimentação. Segundo o presidente do BID, Luis Alberto Moreno, "o contrato firmado para apoio aos municípios é essencial para o desenvolvimento do Estado de Minas Gerais".

Na avaliação do presidente do BDMG, Júlio Onofre Mendes de Oliveira, a operação com o BID foi possível graças a três fatores decisivos: a política de contínua capitalização do Banco, adotada pelo Estado nos últimos anos; o duplo grau de investimento alcançado pelo BDMG em 2012 e ratificado em 2013; e a experiência do Banco na concessão de crédito aos municípios mineiros, tendo atualmente mais de 420 contratos ativos. O presidente lembra que a combinação destes fatores viabilizou, no final do ano passado, a assinatura de outro contrato internacional para apoiar investimentos nos municípios mineiros: trata-se da parceria com a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), que destina 50 milhões de euros para iniciativas de impacto positivo para o clima.

Júlio Onofre ressalta: "Por meio desta operação com o BID, consolidamos a nossa atuação no mercado financeiro internacional para diversificar nosso funding, o que viabiliza ampliar nossas ações para promover o desenvolvimento de Minas Gerais. Já são, portanto, três as instituições internacionais que concederam crédito ao BDMG: o Banco Latino Americano de Desenvolvimento (CAF), a AFD e, agora o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O BDMG, mais uma vez, mostra que é um tomador qualificado de crédito no mercado externo, com rating reconhecido pelas agências de classificação Standard & Poor's e Moody's", disse.

O empréstimo contratado representa a segunda cooperação estabelecida entre o BID e o BDMG neste ano. A primeira delas foi a criação da linha BDMG Acredita, que apoia micro e pequenas empresas recém-constituídas. Essa linha de crédito começou a operar em abril e, até o momento, foram liberados recursos para quase cem empresas mineiras.

Na solenidade, também estavam presentes: representando o Governador de Minas Gerais, a secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Renata Vilhena; a embaixadora da Colômbia no Brasil, Patricia Cárdenas, entre outras autoridades; o presidente do Conselho de Administração do BDMG, Paulo Paiva; o vice-presidente do BDMG, José Santana de Vasconcellos; a representante do BID no Brasil, Daniela Carrera, diretores e funcionários do BDMG.

 

Crédito: Viviane Resende

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.