quinta-feira, 24 de Abril de 2014 10:22h

Base avançada de pesquisa em cavernas é inaugurada no Parque Estadual do Rola-Moça

Minas é o estado que abriga a maioria das cavidades já descobertas no Brasil, além de ter a mineração como um relevante fator do seu desenvolvimento econômico.

O Instituto Estadual de Florestas (IEF), em parceria com o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Cavernas (Cecav), inaugurou nesta quinta-feira (24/04) a Base Avançada Compartilhada do Cecav na sede do Parque Estadual Serra do Rola-Moça. O objetivo da parceria é contribuir com a proposição de ações de proteção ao patrimônio espeleológico em Minas Gerais e na construção de novas parcerias relacionadas ao tema.

De acordo com o Cecav, Minas é o estado que abriga a imensa maioria das cavidades já descobertas no Brasil, além de ter a mineração como um dos fatores mais relevantes do seu desenvolvimento econômico. Três relevantes projetos ligados ao tema da espeleologia serão desenvolvidos na Base Avançada: Projeto de Monitoramento e Avaliação de Impactos sobre o Patrimônio Espeleológico; Projeto Inventário Anual do Patrimônio Espeleológico Brasileiro e o Plano de Ação Nacional para a Conservação do Patrimônio Espeleológico nas Áreas Cársticas da Bacia do Rio São Francisco.

A sede do PE Serra do Rola-Moça foi escolhida estrategicamente por oferecer maior facilidade de acesso às instituições acadêmicas e de pesquisa, bem como aos órgãos ambientais e demais grupos organizados ligados à espeleologia.

Cecav

O Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Cavernas integra o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, que atua na produção de conhecimento e na proteção do patrimônio espeleológico brasileiro, por meio do diagnóstico da situação das cavidades e do monitoramento de empreendimentos e atividades que colocam em risco as cavernas. O Centro trabalha na elaboração de normas e procedimentos para o controle e gestão deste patrimônio.

base, avancada, pesquisa, cavernas, inaugurada, parque, estadual, rola, moca

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.