sexta-feira, 7 de Novembro de 2014 06:09h

BDMG Cultural apresenta exposição de fotografias de Domingos Mazzilli

Artista questiona gênero, identidade e o feminino, e evoca ícones desse universo para discutir a complexidade do ser mulher

O BDMG Cultural apresenta o artista visual Domingos Mazzilli, na exposição de fotografias eu é outr@[s]. Selecionado pelos Mostras BDMG, o artista interpreta vinte e três mulheres do seu imaginário, sob curadoria de Susan O. Campo, uma dessas personagens. A exposição traz fotografias de Felipe Ferreira e participação do maquiador espanhol Raul Cabanell. O trabalho poderá ser visto pelo público a partir do dia 12 de novembro e ficará em exposição até 14 de dezembro, diariamente, de 10h às 18h, na Galeria de Arte do BDMG Cultural. O acesso será gratuito.

Nesta proposta, Domingos Mazzilli questiona gênero, identidade e o feminino, e evoca ícones desse universo para discutir a complexidade do ser mulher. “Fui, em poucos meses, todas as mulheres que quis. Tive todas as cores, tamanhos e texturas de cabelo, todas as cores de unhas e de olhos, todas as cores e tipos de roupas, todas as caras e bocas”, afirma o artista.

Entre 2013 e 2014, mais de 10 mil fotografias foram feitas para a série eu é outr@[s], em aproximadamente 28 ensaios, nos quais há um diálogo com a moda nos últimos 100 anos, por meio de vestimentas, acessórios, maquiagens e penteados. Cada sessão de fotos durou cerca de oito horas, entre cabelo, maquiagem e fotografias, realizadas em um estúdio improvisado na casa de Mazzilli.

A produção não repetiu formatos, cores de roupas, cabelos ou unhas. As personagens, em sua maioria, foram propostas pelo próprio artista, a partir do seu imaginário e de outras figuras sugeridas pelo maquiador Raul Cabanell, que também ajudou na direção de cena e iluminação. Tibério França, fotógrafo e professor, fala um pouco sobre essa diversidade. “O retrato, tão caro ao imaginário coletivo, nos torna imediatamente íntimos de todas as mulheres aqui presentes: a editora de moda, a punk de Berlin, a crítica literária, , a noiva grávida, a ‘biscate’ alcoólatra, a cabelereira perua, a dona de casa assassina, a ‘drag queen’ bizarra , a melindrosa ‘vamp’, a Nossa Senhora das Dores, a cantora de cabaré, a freira sádica e a própria curadora desta exposição, num exercício de metalinguagem. Não duvidamos de suas existências, pois Mazzilli materializa o espírito de cada uma dessas mulheres imaginárias, certificadas por meio de suas biografias. Cabe, portanto, à fotografia, dar credibilidade ao que vemos, como  um avalista que endossa uma promissória,” afirmou Tibério.

Dentre as mulheres representadas estão figuras da história da arte como Frida Kahlo, Tarsila do Amaral e Yayoi Kusama.  Do cinema, traz as divas de Hollywood, personagens de Almodóvar, John Waters (drag Divine), Fassbinder (Lili Marlene) e a vampira Lucy, do filme Drácula de Coppolla. Da moda, o artista encarna Coco Chanel e pessoas comuns, trazidas da publicidade, propaganda e internet, um apelo ao artifício da imagem.

Serviço:

Galeria de Arte do BDMG Cultural apresenta eu é outr@[s], de Mazzilli

Abertura: dia 11 de novembro 2014, de 19 às 22 horas (Rua Bernardo Guimarães 1600 – Lourdes)

Visitas à exposição: de 12 de novembro a 14 de dezembro de 2014, diariamente, de 10h às 18h

Entrada gratuita

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.