sexta-feira, 2 de Maio de 2014 06:31h

Belo Horizonte: Urbanismo e natureza caminhando juntos

Emoldurada pelas montanhas da Serra do Curral, Belo Horizonte ou "Beagá", como é conhecida por todos -, é o sexto município mais populoso do Brasil e um dos principais destinos do turismo de negócios.

Entre suas atrações estão a beleza das áreas verdes misturadas ao planejamento urbano do amplo conjunto de atividades culturais.

A capital mineira receberá seis jogos da Copa do Mundo de 2014 e pretende conquistar o visitante ‘pelo estômago’. Com maior média de bares entre os municípios brasileiros, BH possui uma vida noturna vibrante com várias opções ao ar livre, e que lhe dá o título de “Capital dos Botecos". Anualmente, acontece um concurso para eleger os melhores bares em várias categorias. São 14 mil estabelecimentos dessa natureza.

O famoso tempero mineiro atrai visitantes em busca de pratos típicos como o leitão à pururuca, o tutu de feijão, a vaca atolada (prato com costela de boi e mandioca), doces caseiros e outros sabores inesquecíveis.

Entre os roteiros turísticos, a dica é uma boa caminhada na Praça da Liberdade e nos bairros de Savassi e Lourdes, com seus variados cafés e lojinhas. Ainda tem o Mercado Central, que funciona de segunda à sábado, das 7h às 18h, e aos domingos e feriados das 7h às 13h. Não deixe também de visitar o Palácio das Artes, maior centro multicultural do estado.

Vale a pena ainda passear pelo Conjunto Arquitetônico e Paisagístico da Pampulha, formado pela Igreja de São Francisco de Assis, o Museu de Arte, a Casa do Baile e o Iate Tênis Clube, símbolos da cidade. O Parque Municipal das Mangabeiras, um dos maiores e mais belos redutos ecológicos de Belo Horizonte, é a maior área verde da cidade, onde se pode fazer trilhas no meio de micos, esquilos e outros animais silvestres. E tem ainda quiosques, quadras poliesportivas, brinquedos para crianças e arenas para shows e teatros.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.