sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2012 17:55h Atualizado em 23 de Fevereiro de 2012 às 10:32h. Cristiane Fernandes

Beneficiados pelo programa Bolsa Família pagarão 0,01 para enviar cartas

A partir de maio, de acordo com o Ministério das Educações, as famílias beneficiadas pelo programa Bolsa Família, poderão enviar carta social a 0,01 centavos

As famílias beneficiadas pelo programa do governo federal, Bolsa Família, a partir de maio de 2012 vão poder enviar correspondência por apenas 0,01 centavos. A nova regra foi definida pelo Ministério das Comunicações e o intuito é garantir o benefício para as famílias de baixa renda.
Em Divinópolis, este benefício já existe há muitos anos, porém, segundo o gerente regional dos correios, Luis Brinate, não eram apenas as famílias de baixa renda que utilizavam o recurso “na verdade, o envio da carta social a 0,01 centavos já existe, na cidade, há muito tempo para toda a população de baixa renda. Mas, com o passar dos anos, percebemos que havia um desvio. As famílias de baixa renda não utilizavam o recurso e sim, a classe social média alta” informou.
Para evitar estes e outros desvios, foram estabelecidas novas leis para enviar correspondências a baixo custo “a nova resolução agora limitou ao público do Bolsa Família, porque, estima-se, que estas pessoas já cadastradas no programa do governo Federal, pertencem a classe social de baixa renda” explicou o gerente regional do correio.
Para enviar uma correspondência a 0,01 centavos é necessário seguir algumas regras, o Ministério das Comunicações estabeleceu que apenas cartas sociais com 10 gramas podem ser enviadas, o mesmo remetente pode efetuar no máximo 5 postagens por dia, a carta só será aceita se for manuscrita, a postagem deve ser feita em uma agência dos correios, no clichê de atendimento, e o remetente deve comprovar ser titular ou dependente do titular do programa de transferência de renda. “quando a pessoa chegar para enviar a correspondência, vai ser exigido do remetente a carteirinha de comprovação do registro no programa Bolsa Família” ressaltou o gerente.
Segundo o gerente regional dos correios, a carta só é enviada com o remetente em nome do titular do programa do governo federal “o remetente da carta deve ser o mesmo nome do titular do programa Bolsa Família” informou.
Atualmente, o Bolsa Família atende 13,1 milhões de famílias. Até outubro de 2011, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) foi destinado mais de R$ 14 bilhões para o pagamento dos benefícios.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.