segunda-feira, 29 de Outubro de 2012 03:40h Gazeta do Oeste

Bh registra a segunda temperatura mais alta da história

Os belo-horizontinos que se acostumem, pois o calor não vai dar trégua esta semana. A temperatura deve se manter próxima à registrada ontem, que foi o dia mais quente do ano

Os belo-horizontinos que se acostumem, pois o calor não vai dar trégua esta semana. A temperatura deve se manter próxima à registrada ontem, que foi o dia mais quente do ano e o segundo da história na capital. Às 16h, os termômetros marcaram 36,3 graus. Muitos mineiros tentaram se refrescar ao ar livre, enquanto outros lotaram sorveterias, como a São Domingos, na Savassi. Segundo o meteorologista Ruibran dos Reis, diretor regional do Instituto Climatempo, há chance de haver outro recorde nos próximos dias. A expectativa é de que, entre hoje e amanhã, as temperaturas cheguem a 38 graus.

 

Ele explica que o calor em Minas está relacionado a dois fatores: o aquecimento das águas do mar no Peru e Equador e o El Niño, que começou a ganhar força em julho. Por causa dos fenômenos, que geram ondas de calor, já era esperado o recorde este ano. “Quando as pessoas dizem que hoje faz mais calor que no passado, estão certas. Até a década 1960, as temperaturas máximas variavam de 33 a 34 graus. De lá para cá, tem-se observado um aumento significativo, explicado também pela urbanização”, diz.

 

A temperatura mais alta que a de ontem foi registrada em outubro de 1987, quando os termômetros alcançaram 36,6 graus. Consideram-se os dados colhidos a partir de 1912, com a criação do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Ruibran dos Reis estima que nos próximos anos, por causa da típica ausência de chuva em outubro, a temperatura pode chegar a 40 graus. Além da tendência de temperatura elevada, preocupa a umidade relativa do ar, que ontem ficou em 19%, o que já caracteriza estado de alerta.

 

O meteorologista adianta que o feriado do Dia de Finados deve ser com pancadas de chuva típicas do verão em todo o estado. No Sul de Minas, há registro de precipitação desde sábado à tarde. Em BH, é grande a possibilidade de pancadas a partir de sexta-feira, mas chuva contínua só está prevista para depois de 20 de novembro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EM

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.