segunda-feira, 16 de Julho de 2012 09:13h Gazeta do Oeste

Blitze diárias já estão em prática nas ruas da capital

Uma nova proposta foi colocada em prática no trânsito de Belo Horizonte. Desde anteontem, são realizadas blitze diárias na cidade para fiscalizar o cumprimento da Lei Seca.

Uma nova proposta foi colocada em prática no trânsito de Belo Horizonte. Desde anteontem, são realizadas blitze diárias na cidade para fiscalizar o cumprimento da Lei Seca. A promessa é apertar o cerco àqueles que dirigem sob o efeito de bebida alcoólica. O problema, porém, é o pequeno efetivo destinado às operações, que vão acontecer de segunda a segunda. Conforme a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), serão 25 policiais militares para essa tarefa.

 

"Aqui, vamos trabalhar com cerca de 25 homens. No Rio de Janeiro, são 240 pessoas disponíveis para esse tipo de campanha. Já estamos realizando concursos e acho que a questão será resolvida em pouco tempo", disse o subsecretário de Promoção da Qualidade e Integração da Seds, Robson Lucas.

 

No sábado à noite, como forma de ressaltar o aniversário de um ano da campanha "Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida", uma operação foi realizada na avenida Getúlio Vargas, na região Centro-Sul da capital. Durante a ação, seis motoristas foram identificados com sintomas de embriaguez. Outras cinco pessoas se negaram a soprar o bafômetro e tiveram as carteiras de habilitação apreendidas.

 

"Neste um ano, tivemos melhorias no trânsito noturno da capital. Agora, a expectativa é que, com mais dias de fiscalização, a gente possa inibir, cada vez mais, que uma pessoa dirija o carro alcoolizada", disse Lucas.

 

Efeitos. De acordo com balanço divulgado pela Seds, antes da campanha era registrada, por mês, uma média de 18,96 acidentes com vítimas na capital. De julho do ano passado até agora, a média mensal caiu para 15,94 colisões com vítima. Também houve diminuição nas ocorrências sem feridos.

 

 

 

 

 

 

O TEMPO

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.