sexta-feira, 21 de Novembro de 2014 11:02h Atualizado em 21 de Novembro de 2014 às 11:08h.

Boa prática ambiental na indústria é reconhecida pela Fundação Estadual de Meio Ambiente

Projeto de reuso da água na empresa Itambé alimentos reduziu a quantidade de água extraída dos poços artesianos

O Projeto Reuso de Água no Processo Industrial, da Empresa Itambé Alimentos, foi o quarto caso de boa prática ambiental na indústria reconhecido pela Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam) e pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg).

A implantação da boa prática pela Itambé buscou reduzir a quantidade de água extraída dos poços artesianos. Para alcançar esse objetivo, o empreendimento implantou o sistema de reuso da água retirada do processo de evaporação do leite. Atualmente, nas plantas de secagem de leite e de leite condensado, em Minas Gerais e no Brasil, parte da água retirada é condensada e encaminhada para o setor de caldeiraria, mas o restante é descartado.

Na Itambé, além do reaproveitamento de água em caldeiras, a água condensada dos processos de evaporação é reutilizada no próprio processo industrial, após passar por um sistema de tratamento, o que permite o aproveitamento de 100% dessas águas.

Com a adoção dessa medida, o empreendimento conseguiu diminuir o consumo de água dos poços artesianos, além de reduzir a destinação de efluentes para a estação de tratamento e minimizar o consumo de insumos, entre eles a energia elétrica.

Segundo o Gerente de Produção Sustentável da Feam, Antônio Malard, a boa prática adotada pela Itambé Alimentos foi reconhecida pelos ganhos ambientais no processo industrial. “Recomendamos que essa prática seja difundida aos demais laticínios do Estado de Minas Gerais, que possuam as mesmas características do caso apresentado, como uma forma de uso sustentável dos recursos naturais”, frisou.

Banco de Boas Práticas Ambientais na Indústria

Criado pela Feam em parceria com a Fiemg, o banco de boas práticas tem como objetivo incentivar as técnicas voltadas para a ecoeficência dos processos e que induzam à produção de bens e serviços com uso menos intensivo de recursos naturais.

Exemplos de boas práticas ambientais são aquelas relacionadas a ações que resultem na redução do consumo de água, energia, matérias primas e insumos e também na eliminação ou redução de efluentes e resíduos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.