sexta-feira, 29 de Janeiro de 2016 11:19h ALMG

Botijão de gás custa entre R$ 45 e R$ 70 em Belo Horizonte

Dependendo do local da compra, consumidor pode fazer economia de até 55,56%

O preço do botijão de gás de cozinha (13 quilos) em Belo Horizonte varia entre R$ 45 e R$ 70, uma diferença de 55,56%. É o que aponta a pesquisa realizada pelo Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nos dias 27 e 28/1/15 em 95 pontos de venda. O preço médio do produto caiu 0,81% em relação ao levantamento feito em dezembro. O Procon verificou também que, para o cilindro de 45 quilos, os preços variam entre R$ 195 e R$ 298 (diferença de 52,82%).

 

 

Os pesquisadores percorreram oito regiões da Capital. Em três delas o botijão de 13 quilos, considerando o preço médio, ficou mais caro: Centro-Sul (1,60%), Nordeste (3,34%) e Barreiro (4,37%). A maior redução média foi na Pampulha, com -7,58%. Para o cilindro de 45 quilos, os preços subiram principalmente na Centro-Sul (5,26%), Nordeste (2,46%) e Norte (1,0%). A principal redução ocorreu no Barreiro (-1,83%).

 

 

O Procon orienta os consumidores a adquirirem gás de cozinha somente nos revendedores autorizados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). No ato da compra, vários itens devem ser verificados, como a presença de um lacre sobre a válvula com a marca da empresa engarrafadora e um selo informando a data do envasamento, a companhia responsável e orientações sobre o uso e os riscos do produto. Deve ser exigida ainda a nota fiscal de compra. O Código de Defesa do Consumidor não protege o cliente em caso de aquisições feitas em revendedoras ilegais.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.