quarta-feira, 25 de Março de 2015 12:01h

CAPIM BRANCO RECEBE DUAS MIL MUDAS DE ÁRVORES NATIVAS

A ação faz parte do projeto “Árvore é Vida” e visa a recomposição e a ampliação vegetal em municípios ao longo da Estrada Real

O Escritório Local da Emater-MG de Capim Branco, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, está distribuindo aproximadamente duas mil mudas de árvores nativas. A ação faz parte do projeto “Árvore é Vida”, desenvolvido pela Associação das Caminhantes da Estrada Real (Acer), em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater–MG), as Secretarias de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e de Turismo (Setur), o Instituto Estadual de Florestas (IEF) e o Instituto Estrada Real (IER).
De acordo com o extensionista do Escritório Local da Emater–MG de Capim Branco, Adenilson de Freitas, a empresa está entregando as mudas, doadas pelo IEF, acompanhadas de um Kit com material institucional e informações técnicas sobre o plantio das árvores. “Também oferecemos outra opção aos produtores rurais que desejam plantar um número maior de mudas próximo às nascentes e ao longo de cursos d´água. Agendamos uma visita técnica e acompanhamos de perto todo processo de plantio”, destaca.
Outra iniciativa no município é a ação “Adote uma Árvore”, realiza pela Emater-MG em conjunto com o Museu Histórico de Capim Branco. Os visitantes do Museu recebem as mudas e são informados sobre a importância do plantio, tanto no meio rural quanto urbano. Também são realizadas atividades envolvendo estudantes e professores de escolas públicas da região para conscientizar sobre a necessidade de aumentar as áreas verdes. No ano de 2014 já foram plantadas aproximadamente 790 árvores na localidade.
Os interessados podem adquirir as mudas, gratuitamente, no Escritório Local da Emater–MG de Capim Branco (Avenida Antônio Caran, 855 – Centro) ou no Museu Histórico de Capim Branco (Rua Silvério José da Silva, 95 – Centro). Mais informações pelo telefone (31) 3713-1504.

Projeto “Árvore é Vida”

O Projeto “Árvore é Vida” foi idealizado pela International Federation of Business and Professional Women (BPW) e registrado na Organização das Nações Unidas (ONU). Presente em mais de 90 países, visa gerar uma dinâmica coletiva capaz de impulsionar a conscientização ecológica e a mudança de comportamento social através do plantio de mudas de arvores para atingir mais qualidade de vida no planeta. Em Minas Gerais busca sensibilizar e estabelecer parcerias com produtores rurais, educadores, e empresas públicas ou privadas para o plantio de árvores nativas ao longo da Estrada Real e em sua zona de influência.
A iniciativa proporciona a recomposição e a ampliação vegetal em áreas prejudicadas e de preservação permanente (APP), como topo de morros, margem de rios e córregos, proteção de nascentes, entre outros. As árvores em pontos estratégicos formam alamedas e bosques, amplia os atrativos turísticos e favorece o meio ambiente.
Segundo o coordenador Regional de Fruticultura da Emater-MG, Juscelino Rabelo, a Empresa participa na elaboração de projetos de sustentabilidade para cidades da Rota da Estrada Real. “Nossa atuação é na mobilização da população, com a realização de seminários, na escolha das espécies e locais e na elaboração do projeto técnico. Os extensionistas também participaram da preparação das áreas que recebem as mudas”, ressalta.
A meta do projeto “Árvore é Vida” é plantar um milhão de mudas em Minas Gerais.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.