quarta-feira, 21 de Janeiro de 2015 10:44h

Carnaval de Oliveira é cancelado

A Prefeitura Municipal de Oliveira, mesmo considerando a festa de Carnaval uma das mais importantes expressões culturais e de lazer do Município, informa à população local e regional, o cancelamento das festividades de carnaval no ano de 2015

O Cancelamento se justifica, especialmente, pelas dificuldades no abastecimento de água no Município, isso devido ao fato de que, por conta do baixo volume de chuvas nos últimos dias, os mananciais não se recuperaram do longo período de estiagem do ano passado, atrelado a isso o aumento no consumo de água ocasionado pelo forte calor dos últimos dias.

A decisão de cancelamento das festividades fora tomada após o Executivo Municipal ouvir vários segmentos da sociedade civil, bem como os representantes dos demais poderes no Município, isso por meio de reunião realizada com os representantes do Judiciário, do Ministério Público e do Poder Legislativo.

Importante ressaltar que as dificuldades no abastecimento já está, no momento, ocasionando até mesmo o racionamento de água no Município, haja vista a diminuição no volume de água para captação. Ademais, considerando a crise de água, a qual, caso continue, já poderá gerar grandes problemas para a população local, o cancelamento também fora motivado pelo fato de que, devido o cancelamento das festividades de carnaval em várias cidades vizinhas, como nos Municípios de Claudio, Itapecerica e Formiga, haveria um grande volume de pessoas no Município durante o período, o que aumentaria ainda mais o consumo de água, podendo gerar grandes transtornos para os munícipes, bem como aos visitantes.

Outra questão importante é que o cancelamento das festividades nas cidades vizinhas acarretará uma migração das pessoas para nossa cidade, não sendo assim possível garantir a segurança adequada aos foliões, causando ainda mais problemas para a segurança pública do Município.

Por mais, além de todos os problemas com a crise de água no Município, o cancelamento também se justifica pela atual situação financeira vivenciadas pelos municípios no momento, onde os mesmos estão com dificuldades de manter serviços básicos à população, especialmente na área de saúde, estando ainda com dificuldades no pagamento de seus servidores e fornecedores. Assim, manter a realização de tais festividades não seria, no mínimo, prudente.

Diante dos argumentos exposto, a Prefeitura Municipal espera a compreensão de todos, pois é sabido que, maior do que a vontade em realizar uma grande festa, é a responsabilidade da Administração Pública Municipal em se pautar na defesa dos interesses da população local.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.