quinta-feira, 5 de Maio de 2011 09:06h Atualizado em 5 de Maio de 2011 às 09:12h. Ag?ncia Minas

Casos de dengue em Minas Gerais apresentam redução de 85%

O número de notificações de dengue em Minas Gerais caiu 85% nos primeiros quatro meses de 2011 em comparação ao mesmo período de 2010, de acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), durante entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (4), em Belo Horizonte. Até abril, foram notificados no Estado 30.284 casos de dengue, o menor número para os primeiros quatro meses do ano, desde 2006. A taxa de letalidade também diminuiu, na comparação de janeiro a abril entre 2010 e 2011. Ano passado apresentou 6,15%, contra 1,69% até o momento. O resultado é atribuído à união de esforços do Governo de Minas, que lançou, em novembro do ano passado, a Força Tarefa de Combate à Dengue, prefeituras e sociedade civil organizada para combater o mosquito. Além disso, novas ideias de enfretamento à doença estão surgindo, como o livro de culinária Cozinhando com Saúde, lançado nesta quarta-feira (4).

 

Os bons resultados, no entanto, não tiram Minas Gerais do foco do combate. “Todos devem continuar em alerta”, ressalta o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques. “Só pararemos nossas ações, quando já tivermos uma vacina contra o mosquito. Até lá, esta é uma agenda muito desafiadora e estamos ainda em alerta, preocupados e nos reinventando sempre para combater a doença. Nosso maior ganho, desde o lançamento do Programa Permanente de Enfretamento, foi reduzir a lacuna entre saber o que fazer para combater a doença e agir de fato, com atitude e mobilização”, afirmou.

 

Apostando na mobilização social, quase 180 mil domicílios, em 23 municípios, receberam a Força Tarefa até o momento. Em dois meses de campanha, já foram trocados no Dengue Móvel mais de um milhão de recipientes em potencial para o desenvolvimento da doença por itens de material escolar (caderno, lápis ou borrachas) por material que pode acumular água (pneus, garrafas pet e latas).

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.