sábado, 1 de Outubro de 2011 18:20h Sarah Rodrigues

Cemig apresenta plano para período chuvoso

De outubro a abril a previsão é de chuvas intensas

A previsão é de que a partir de domingo 02 de outubro se inicie o período chuvoso na região oeste de Minas Gerais. Quem prevê as chuvas a partir de outubro é o serviço de meteorologia da Cemig. Durante coletiva de imprensa realizada na manhã de ontem (29) a Companhia Energética de Minas Gerais anunciou o plano de atendimento para o período chuvoso.


Na região oeste a Cemig atende 85 municípios, sendo 691.177 clientes. Para que o atendimento aos consumidores seja eficiente a empresa possui 50 subestações telecontroladas, o que diminui o tempo de reparo em caso de queda de energia.


Com a previsão da chegada do período chuvoso a companhia já se prepara, pois os impactos das chuvas afetam diretamente a rede elétrica.


Em dias de chuvas, muitas vezes árvores são arrancadas e caem sobre a rede e objetos contra a rede elétrica devido ao vento. Entre as principais causas de interrupções de fornecimento de energia estão associadas a fenômenos naturais. Cerca de 2 % das quedas estão associadas a vandalismo e animais na rede, entre 3% estão abalroamentos, fenômenos naturais e outros e falhas em conectores. 6% das interrupções têm a ver com pipas na rede e 10% com manutenções programadas. Mais de 50% dos fatores têm a ver diretamente com os fenômenos naturais específicos com descarga na atmosfera sendo 14%, fenômenos naturais (temporais) 18% e árvores 22%.

 

 

METEOROLOGIA


A Cemig possui um sistema de detecção de tempestades que atua antecipadamente em casos de chuvas intensas. Neste sistema os técnicos fazem o monitoramento de imagens de satélite, vigilância através do sistema de localização de tempestades, monitoramento das estações meteorológicas em campo em mais de 200 estações A equipe no período chuvoso atua firmemente no plantão meteorológico, fazem contato com os operadores do centro de distribuição, para avisar a equipe de campo em até 6 horas e ainda realizam o envio de e-mail e sistema de envio de SMS.


Segundo Geraldo Paixão, gerente de planejamento energético da Cemig, a concessionária possui várias parcerias com institutos de pesquisas meteorológicos e consegue prognosticar os períodos chuvosos, as previsões de chuva para os próximos dias para garantir o planejamento para chuvas intensas. “A Cemig trabalha com um modelo meteorológico, ela recebe este modelo do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), pega o resultado e reprocessa a informação”, explica.


O gerente acrescenta que em novembro com as chuvas mais intensas um radar meteorológico entrará em funcionamento. Ele está instalado no morro do elefante em Mateus Leme e beneficiará todo o estado. O aparelho consegue detectar tempestades com uma ótica detecção a 200 km, mas consegue alcançar até 450 km. O radar começará as atividades em novembro justamente porque é no período em que se iniciam as chuvas mais fortes em Minas Gerais.

 

PREVISÕES


Para as próximas semanas a previsão é de chuva. Segundo Geraldo Paixão no domingo (02) o período chuvoso já deve se iniciar. De acordo com a média histórica mensal em Divinópolis no mês de Setembro as chuvas chegam a 30 mm em outubro a média sobe para 100 mm, em novembro a valor dobra para 200 mm em dezembro a média no município é de 260 mm e em janeiro 280 mm. Os estudos meteorológicos sinalizam estação chuvosa dentro do normal. Contudo os especialistas avaliam uma atuação de fraca intensidade do La ninã nos meses de janeiro e fevereiro de 2012.


Com essa atuação haverá precipitação de chuvas em torno da média histórica, temperaturas ligeiramente acima da média histórica a incidência de raios nos meses de novembro, dezembro e janeiro e a ocorrências de tempestades severas entre outubro e novembro. “Entre outubro e novembro nós teremos chuvas mais severas e já temos um plano para aumentar a capacidade de trabalho, inclusive nós recebemos informações com antecedência de quando irão ocorrer tempestades, quando deslocamos eletricistas para os locais para ter um atendimento mais rápido”, garante Divino Barros Vieira, coordenador do relacionamento com clientes.

 

 

SEGURANÇA


Em caso de quedas de fios a Cemig orienta o cliente a entrar em contato com o órgão pelo telefone 116. A companhia frisa que nunca se deve aproximar de cabos caídos ao chão e evitar ficar em locais descampados em dias chuvosos.
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.