quarta-feira, 18 de Junho de 2014 08:05h

Cemig informa sobre operação de energia elétrica durante jogo da Copa em Belo Horizonte

Na primeira partida no Mineirão, sistema elétrico mantém níveis típicos de consumo e não apresenta falhas

O jogo da seleção colombiana com a Grécia, realizado no Mineirão, em Belo Horizonte, no último sábado (14/06), comprovou que o sistema elétrico de Belo Horizonte e Região Metropolitana (RMBH) está preparado para receber os jogos da Copa do Mundo Fifa 2014.

Pela primeira vez, um jogo da Copa foi disputado em um estádio com uma usina solar em funcionamento: a Usina Solar Fotovoltaica do Mineirão, construída pela Companhia Energética de Minas Gerais - Cemig, em parceria com a Minas Arena e o banco alemão KfW.

Desde o dia 25 de abril, a Usina Solar Fotovoltaica (UFV) do estádio Magalhães Pinto, o Mineirão, está injetando mais de 1 MW de energia no sistema de distribuição da Cemig, o suficiente para abastecer cerca de 1.200 residências.
  
Durante a partida entre Colômbia e Grécia, a Cemig não registrou, em sua área de concessão, impactos significativos nos níveis de consumo. Nos momentos que antecederam o jogo, bem como durante a partida e nos trinta minutos após o seu término, o comportamento do consumo em Belo Horizonte e Região Metropolitana (RMBH) não apresentou diferenças significativas, se comparado com um dia típico.

Também não foram registradas interrupções significativas no fornecimento de energia na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

A Usina do Mineirão

Com uma potência instalada de 1,42 MWp (megawatts-pico) e cerca de 6.000 módulos fotovoltaicos, a USF Mineirão é a maior usina em cobertura do país e uma das maiores instaladas em arenas esportivas no mundo. Ela conta ainda com uma subestação própria instalada no próprio estádio e redes de alimentações exclusivas, conectadas ao sistema da Cemig.

No Mineirão, a usina começou a ser montada em dezembro de 2012, com os trabalhos de preparação e impermeabilização da cobertura para a montagem das estruturas metálicas de suporte das placas fotovoltaicas. Em maio de 2013, foi comemorada a finalização das obras de instalação da usina, e atualmente, após centenas de testes e comissionamento, a usina está em pleno funcionamento.

Foram instalados na área útil da cobertura do estádio, de 11.500 m², um total de 5.910 painéis solares com  potência de 240 Wp por painel (240 watt-pico). A energia gerada será de 1.825 MWh/ano, suficiente para abastecer cerca de 1.200 residências de médio porte.

Copa do Mundo

Além da UFV Mineirão, a Cemig investiu mais R$ 527 milhões em melhorias do sistema elétrico da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) visando garantir o fornecimento de energia elétrica para a Copa do Mundo 2014. Os investimentos já realizados asseguram o abastecimento ininterrupto de energia ao estádio, bem como o atendimento ao aumento da demanda na RMBH durante o evento.

Além de garantir a qualidade do fornecimento de energia para Belo Horizonte, que é uma das sedes mais importantes para a Copa do Mundo, esses investimentos vão deixar um legado importante para a população da capital mineira para os próximos anos.

cemig, informa, sobre, operacao, energia, eletrica, durante, jogo, copa, belo, horizonte

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.