quinta-feira, 30 de Junho de 2016 15:14h Agência Brasil

Cemig investe R$ 274 mil em aquecimento solar nos territórios Central e Alto Jequitinhonha

Programa pretende beneficiar centenas de famílias em todo estado, substituindo chuveiros elétricos por sistema de aquecimento solar de água

Cemig, por meio do Programa de Eficiência Energética (PEE), entrega aos Conjuntos Habitacionais localizados em Datas, no Alto Jequtinhonha, e em Inimutaba e Presidente Juscelino, na região Central, sistemas de aquecimento solar instalados nas residências. O custo total foi de R$ 274 mil.

Na próxima segunda-feira (4/7), a Cemig visita o Conjunto Habitacional Arino Dias de Carvalho, onde foram investidos mais de R$ 117 mil. Na terça-feira (5/7), é a vez do Conjunto Habitacional Bela Vista, em Presidente Juscelino, para onde foram destinados R$ 73 mil. O Conjunto Habitacional Diamante, em Datas, teve investimentos de aproximadamente R$ 84 mil e receberá a Cemig para a entrega dos equipamentos na quarta-feira (6/7).

A Cemig beneficiou mais famílias no território do Alto Jequitinhonha, em Gouvea, onde os equipamentos já foram entregues, e nos municípios de Carbonita e Aricanduva, com um investimento total de R$ 220 mil. O Programa de Eficiência Energética pretende investir ainda mais nos municípios desse e de outras regiões por meio de seus projetos.

 

 

Programa de Eficiência Energética

Fruto de uma parceria entre Governo de Minas Gerais, a Cemig e a Companhia de Habitação do Estado de Minas Gerais (Cohab/MG), o programa vai beneficiar, este ano, centenas de famílias em todo estado, substituindo chuveiros elétricos por sistema de aquecimento solar de água.

O sistema é composto pelo aquecedor solar e por um chuveiro elétrico de baixa potência, que nos dias mais frios aquece a água do banho sem gasto excessivo de energia. A instalação dos equipamentos é feita por um profissional especializado, que também instrui os moradores quanto à utilização do sistema.

 

 

 

Segundo o coordenador do projeto e analista da Cemig, Ranieri César Leite Coelho, a implantação do sistema de aquecimento solar tem como finalidade a redução do consumo de energia elétrica, o que resulta na diminuição do valor da conta.

“As famílias atendidas, que consomem em média 150 kWh/mês, terão redução de até 40% no consumo total de energia elétrica. Em dinheiro, essa economia pode chegar a R$ 50 por mês, que poderão ser utilizados em outras despesas, como alimentação, material escolar, vestuário e até no pagamento da prestação da casa”, explica.

 

 

 

Uso da energia

A Cemig, desde a década de 1960, investe sistematicamente em projetos e ações para promover a correta utilização da energia elétrica, adiando os investimentos com novas obras, evitando mais impactos ao meio ambiente, disseminando assim a cultura de eficiência energética.

Conforme a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e a legislação vigente, as concessionárias e permissionárias de serviços públicos de distribuição de energia elétrica devem aplicar, anualmente, o montante de, no mínimo, 0,4% de sua receita operacional líquida em ações que combatem o desperdício de energia, o que consiste no Programa de Eficiência Energética das Empresas de Distribuição. 

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.