segunda-feira, 3 de Agosto de 2015 10:05h

Centro de Comercialização melhora venda de produtos da agricultura familiar em Raul Soares

A criação de um centro de comercialização está mudando a vida de um grupo de agricultores familiares do município de Raul Soares, na Zona da Mata mineira

Se antes eles enfrentavam dificuldades para vender seus produtores, agora contam com um local adequado para receber os consumidores.

O Centro de Comercialização e Negócios da Agricultura Familiar é resultado de uma parceria entre a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG), Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e prefeitura. O espaço funciona todo sábado de manhã, no bairro Santana.

“Os agricultores de nossa região não dispunham de uma infraestrutura de comercialização, vendiam seus produtos em locais inadequados, depreciando o produto, reduzindo preços e a lucratividade”, diz a extensionista da Emater-MG, Lucemar Coura.

De acordo com a Emater-MG, o espaço beneficia cerca de 17 produtores rurais. Ao todo são dez bancas onde são vendidos produtos, como polvilho, farinha de mandioca, rapadura, biscoitos, roscas, bolos, doces, frutas, hortaliças, ovos, peças artesanais, entre outros.

“Foi feita uma pesquisa com os consumidores que  escolheram o dia da comercialização, os produtos que queriam encontrar neste centro. Também solicitaram bom atendimento e preços melhores em relação ao comércio local”, disse Lucemar Coura.

O terreno para a construção do centro foi doado pela prefeitura e a gestão do espaço é de responsabilidade da Emater-MG em parceria com os agricultores. Os recursos para a construção foram do MDA. No local também funciona o escritório da Empresa, que presta todo o suporte técnico aos produtores.

“É um espaço adequado para a comercialização de produtos da agricultura familiar com melhores preços. O centro também uniu os agricultores, que ficavam em pontos diversos, em uma só localidade para comercialização”, diz o técnico da Emater-MG, Alípio de Melo.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.