quarta-feira, 26 de Janeiro de 2011 00:00h

Centro de Referência Virtual do Professor está de cara nova

O Centro de Referência Virtual do Professor (CRV) vai abrir o ano escolar com novo visual e conteúdo atualizado. Portal da Secretaria de Estado de Educação (SEE), o CRV é uma ferramenta de apoio ao professor e está com um layout mais leve, uma distribuição melhor dos elementos da página, além de novos conteúdos. Dentre as novidades, destacam-se a inclusão de hotsites especiais para projetos da SEE, além da ampliação do acervo de vídeos, disponível na Biblioteca Virtual do site. Durante as férias, o CRV registrou uma média de 35 mil visitas diárias, mas com o retorno das aulas os acessos devem ultrapassar os 50 mil por dia. “O CRV atrai a cada dia mais acessos, pois é uma ferramenta muito importante para que a informação, a orientação e a discussão cheguem a todas regiões do Estado com a mesma velocidade e amplitude. O portal é uma forma de a gestão caminhar a passos largos e de mãos dadas com a modernidade tecnológica”, analisa a subsecretária de Informações e Tecnologias Educacionais da SEE, Sônia Andere Cruz.

A criação de hotsites dentro do ambiente do CRV ampliou a oferta de conteúdo para os professores. Projetos pedagógicos da Secretaria de Estado de Educação ganharam um espaço específico no portal para expor suas atividades. O projeto Afrominas, por exemplo, tem o objetivo de valorizar a cultura afro-brasileira e agora conta com um hotsite. Outra novidade em termos de conteúdo foram os módulos didáticos nas áreas de temáticas especiais. Divididos em três áreas - ambiental, afetivo-sexual e étnico-racial - os módulos estão dispostos na Biblioteca Virtual do portal e oferecem ao professor uma carga de leitura complementar para os CBCs. “É muito importante ter esse espaço. O CRV é muito visitado e agora os professores vão ter facilidade para encontrar material sobre temas especiais. Fica mais fácil definir a melhor forma de trabalhar essas temáticas em sala”, explica Guiomar Jardim Leão, superintendente de Modalidades e Temáticas Especiais de Ensino da SEE.

Estão disponíveis no portal do CRV também uma coleção de 125 vídeos pedagógicos. A Coleção Memória Didática foi incluída este ano e é fruto de uma parceria entre Secretaria de Estado de Educação e Escola de Belas Artes da UFMG, que recuperou e digitalizou todo esse arquivo de vídeo em película. Originalmente produzida pelo Programa de Assistência Brasileiro-Americana ao Ensino Elementar, entre 1956 e 1963, a coleção conta com vídeos de temáticas variadas, desde a história do petróleo, passando por um documentário sobre o canal do Panamá, até um vídeo que mostra o funcionamento do ouvido humano. Segundo Maria das Dores Simil, coordenadora do CRV, os professores terão a oportunidade de contextualizar esse material com as novas técnicas de ensino. “Eu acredito que todos os professores, de todas as áreas e disciplinas, podem utilizar os vídeos como recurso didático auxiliar, de forma contextualizada dentro da disciplina e com os recursos atuais”.

Ferramenta de apoio
O conteúdo do Centro de Referência Virtual do Professor é vasto. No portal o professor consegue encontrar desde as orientações sobre o Currículo Básico Comum (CBC) ou a legislação que aponta as diretrizes do ensino, até orientações pedagógicas sobre a melhor forma de abordar determinadas temáticas em sala de aula. Além disso, o professor ainda tem à disposição um enorme acervo de informações complementares na Biblioteca Virtual e um fórum de discussão no qual pode se comunicar com outros docentes e discutir práticas pedagógicas.

Criado em 2005, o CRV passa agora pela sua segunda reformulação. Para garantir que o acesso à informação seja o mais fácil possível, o site apostou na navegabilidade. “A reformulação do CRV deu ênfase aos conteúdos pedagógicos, que são os que os professores vão usar em sala de aula. O espaço está melhor aproveitado para que o professor encontre com facilidade seu tema de interesse”, disse Maria das Dores Simil.

A professora Iris Silva Costa, que leciona física para alunos do 3º ano do Ensino Médio criou o hábito de recorrer ao CRV para elaborar suas aulas. Ela utiliza recursos do portal para incrementar as aulas de física e atrair a atenção dos estudantes. “Eu descobri o CRV há pouco tempo, mas já gosto muito das opções que ele oferece. Costumo usar muito a parte de vídeos, pois a variedade é grande e deixa as aulas mais interessantes”, conta a professora.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.