sexta-feira, 20 de Fevereiro de 2015 12:58h

Cimento fica 0,46% mais barato em fevereiro na Capital

Pesquisa do Procon Assembleia comparou os preços de seis marcas em 73 depósitos

O preço médio do cimento ficou 0,46% mais baixo em Belo Horizonte no mês de fevereiro deste ano, em relação a janeiro. Foi o que constatou a pesquisa realizada pelo Procon da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), realizada nesta sexta-feira (20/2/15), em 73 estabelecimentos da Capital e região metropolitana. Seis marcas do produto são acompanhadas mensalmente pelo órgão.

Consulte a pesquisa completa de preços do cimento.

Os pesquisadores do Procon percorreram nove regiões da cidade e detectaram que no Barreiro houve a maior alta média do cimento: 2,67%. A maior redução ocorreu na Pampulha, com -1,81%. Ao todo, os preços foram reajustados para cima em quatro regiões e caíram em outras quatro. Em Venda Nova não houve alteração no preço médio.

As marcas que apresentaram altas mais significativas foram: Nacional CPII 32, com 4,55%, e Cauê CPIII 40, com 3,14%. Já as que ficaram mais baratas foram: Nacional CPIV 32 (-6,12%) e Cauê CPIII 32 (-5,03%).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.