sexta-feira, 25 de Outubro de 2013 10:38h

Circuito Cultural Praça da Liberdade divulga resultado do edital de ocupação artística

Foram mais de 400 inscritos e 25 projetos selecionados; atividades vão integrar programação oficial entre novembro de 2013 e janeiro de 2014

Já está disponível o resultado do primeiro edital de ocupação artística do Circuito Cultural Praça da Liberdade, o Circuito Aberto. Dos mais de 400 inscritos foram selecionadas 25 iniciativas distribuídas nas categorias “Espetáculos e apresentações” e “Formação e experimentação”. A lista dos aprovados pode ser consultada no site www.circuitoculturalliberdade.com.br/circuitoaberto e nas redes sociais do Circuito Cultural Praça da Liberdade.

O Circuito Aberto foi direcionado a artistas, produtores e agentes culturais de todo o estado de Minas Gerais e as iniciativas aprovadas serão incluídas na programação oficial de atividades no período entre novembro de 2013 e janeiro de 2014.

O resultado, segundo a secretária de Estado da Cultura, Eliane Parreiras, deve ser comemorado. “Esse é o momento em que o complexo cultural se abre efetivamente para a classe artística, que abraçou a proposta. Prova disso foi o sucesso no número de inscritos, com projetos que certamente vão enriquecer e garantir qualidade à programação cultural mineira. O Circuito Cultural Praça da Liberdade continua de portas abertas e agradecemos a todos que contribuíram para o sucesso desta iniciativa”, afirmou.

Nesta edição foram ofertadas duas categorias, “Espetáculos e apresentações” – com 15 iniciativas selecionadas entre shows de música e manifestações de cultura popular – e “Formação e experimentação”, com dez propostas aprovadas entre oficinas, workshops, momentos de experimentação e criação, cursos, palestras e debates que alcancem os elos da cadeia produtiva e criativa das artes.

A gerente executiva do Circuito Cultural Praça da Liberdade, Cristiana Kumaira, destaca que esta é a primeira de uma série de iniciativas de ocupação artística do Circuito a serem construídas em colaboração com o setor cultural. “O Circuito já conseguiu vencer etapas importantes de sua implantação e caminha firme para se consolidar estadual e nacionalmente, e o momento agora é de se abrir cada vez mais para participação do setor cultural e da sociedade como um todo”, enfatiza.

No complexo, estão em funcionamento, atualmente, nove museus e espaços culturais que devem receber as intervenções artísticas: Arquivo Público Mineiro, Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa, Centro Cultural Banco do Brasil, Centro de Arte Popular – Cemig, Espaço do Conhecimento UFMG, Memorial Minas Gerais Vale, Museu das Minas e do Metal, Museu Mineiro e Palácio da Liberdade. As atividades selecionadas também poderão ocupar a Praça da Liberdade e outros espaços públicos no entorno do Circuito.

Curadoria

O conselho curatorial foi composto pelo músico instrumentista de sopros e professor da Escola de Música da UFMG Carlos Ernest Dias; pela jornalista especializada em cultura do Jornal Estado de Minas Carolina Braga; e pelo atual superintendente da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, em Itabira, Marconi Drummond. “As propostas refletiram a grande diversidade existente hoje no cenário musical de Minas Gerais, e também os diferentes níveis de experiência dos proponentes, desde universitários até figuras expressivas e com trajetórias consolidadas na cultura mineira”, opinou Carlos Ernest Dias.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.