sábado, 8 de Fevereiro de 2014 04:33h

Começam as inscrições para o programa Minha Casa Minha Vida

A partir de hoje as famílias residentes em Carmo do Cajuru que sonham em ter a casa própria, e que a condição financeira ainda não permitiu, poderão optar em se inscrever no programa Minha Casa Minha Vida.

A prefeitura de Cajuru disponibilizou uma equipe para a realização dos cadastros que vão da data de hoje até o dia 15. Os interessados devem comparecer à rua Firmino Lopes Câmara n°180, portando os seguintes documentos: RG, CPF do titular e do cônjuge, prova de estado civil que pode ser a certidão de casamento, documento de união estável ou certidão de óbito caso o marido/esposa já tenha falecido. Certidão de nascimento dos filhos, comprovante de endereço (recente), comprovante de residência em Carmo do Cajuru de no mínimo cinco anos em nome do titular do programa. Declaração negativa de propriedade e destinação de imóvel emitida pela prefeitura. Procuração autenticada em cartório juntamente com a apresentação dos documentos de identidade do procurador e do interessado (apenas para quem não sabe escrever). Número de inscrição social (NIS) dos membros da família e o comprovante de rendimentos originais e cópias.
De acordo Sirléia Moreira Tavares, secretária de Promoção Social e Defesa Civil, é importante que as pessoas que queiram participar do programa de habitação fiquem atentas aos critérios para que a inscrição seja válida. O minha Casa, Minha Vida beneficia “famílias com renda até R$1.600, que residam no mínimo há 5 anos em Carmo do Cajuru e não possuam imóvel próprio. Além disso o projeto atende pessoas em  áreas de risco insalubres, famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar, famílias na qual fazem parte pessoas com deficiência ou idosos e famílias que possuem crianças menores de 15 anos de idade” explica.
O sorteio está agendado para o próximo mês. “Dia 15 de março pretendemos fazer o sorteio que será aberto à comunidade. Vamos ter representantes do executivo, do Conselho da Assistência Social, estamos pensando também de junto a nós termos representantes do Ministério Público para acompanhar o sorteio, queremos fazer tudo de uma forma bem transparente e mais justa possível, como o próprio prefeito gosta de dizer: “Vamos tentar ser o mais justo possível para atender aquelas pessoas que precisam” salienta Tavares.
Inclusive a secretária de Promoção Social explica que todos os cadastros vão para o sorteio, pois tem pessoas que costumam se confundir e achar que o ato da inscrição já lhe garante a casa. “Quem fez a inscrição não quer dizer que já foi sorteada. A pessoa tem o direito de fazer o seu cadastro nas datas as quais já foram citadas, mas é preciso paciência, o fato de fazer a inscrição não significa que a casa já é sua. No dia da inscrição cada morador receberá uma cartilha contendo informações sobre a porcentagem de deficientes e idosos, como e quando será o sorteio. Assim como já falei estamos tentando fazer todo esse processo com total transparência e da melhor maneira possível. Depois de sorteados vamos visitar as famílias contempladas e a Caixa é quem irá entregar o imóvel” declara Tavares.
Estão sendo construídas 209 casas, conforme Tavares pelo menos para o próximo mês 40% destas residências já estarão com as obras prontas. A previsão é que as unidades habitacionais sejam entregues ainda esse ano à população.
Para a secretária aqueles cidadãos que não forem contemplados nesse ano, não devem desistir da casa própria. “Quem não for sorteado agora não fique triste, porque nos próximos anos vamos esforçar para trazer mais programas de habitação para o município e reduzir a cada dia o déficit habitacional” encerra.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.