sexta-feira, 8 de Novembro de 2013 09:26h

Comissão busca ampliar política de apoio à saúde dos servidores

Membros da Comissão Municipal de Gestão e Monitoramento do Absenteísmo e reestruturação do Centro de Referência da Saúde e Segurança do Trabalhador (Cresst) estiveram nesta quinta-feira (07/11) na cidade de Betim. A equipe foi recebida pelos técnicos da S

Membros da Comissão Municipal de Gestão e Monitoramento do Absenteísmo e reestruturação do Centro de Referência da Saúde e Segurança do Trabalhador (Cresst) estiveram nesta quinta-feira (07/11) na cidade de Betim. A equipe foi recebida pelos técnicos da Secretaria de Administração da Prefeitura de Betim, quando conheceu o Núcleo de Apoio ao Servidor (NAS) e o Serviço de Segurança e Medicina do Trabalho (Sesmet), em funcionamento na cidade. Criada há um mês, a comissão, nomeada pelo prefeito Vladimir Azevedo, busca instituir uma nova política pública de apoio à saúde dos servidores por meio da reestruturação do Cresst e do Programa de Apoio Saudável – PAS.

Composta por funcionários das secretarias de Saúde, Educação e Administração, Orçamento e Informação, a comissão irá propor e desenvolver programas de gestão buscando a redução do índice de licenças médicas e faltas no trabalho, bem como conscientizar e melhorar as condições de trabalho e saúde dos servidores. A partir da sistematização de informações, a comissão poderá detectar quais as causas e consequências do absenteísmo na gestão pública e elaborar plano de ação para corrigir e prevenir o problema.

De acordo com o coordenador da comissão e controlador geral do município, Beto Machado, a visita contou ainda com a presença de profissionais e da diretora do Cresst, Waleska Mourão, além da diretora de Administração, Valéria de Fátima Ferreira Carvalho Freitas. Segundo ele, durante a visita o grupo avaliou a estrutura física do serviço oferecido aos servidores betinenses, como também aspectos funcionais e jurídicos. “Após cinco reuniões, nós estabelecemos um cronograma em que pretendemos conhecer as experiências em outros municípios que já possuem o funcionamento do serviço de segurança e medicina do trabalho. Nós buscamos conhecer o trabalho que é realizado pela Prefeitura de Betim, considerada referência no apoio ao servidor público, e trazer novas propostas para o nosso município. Com base nessas experiências e informações, teremos um raio x para elaborarmos um plano de trabalho que será executado em 2014, buscando uma nova política pública de apoio ao servidor”, disse.

Ainda de acordo com o coordenador, o plano de trabalho deve ser apresentado até a primeira quinzena de dezembro. “A comissão buscará subsídios para reestruturação destes dois órgãos importantes, Cresst e PAS, para que a gente possa, além de diminuir o índice de absenteísmo, buscar cada vez mais melhorias nas condições de trabalho”, concluiu.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.