quinta-feira, 5 de Novembro de 2015 11:32h

Comissão de Leite da FAEMG debate desafios para 2016

Impactados pelos custos de alimentação do gado em meio à estiagem, e por repetidos recuos no preço do litro de leite, produtores mineiros andam preocupados

O difícil cenário atual, bem como as perspectivas e desafios para o setor em 2016 foram debatidos na última reunião do ano da Comissão Técnica de Pecuária de Leite da FAEMG, realizada ontem (4/11).

Além dos cenários de mercado de lácteos e de grãos, os custos de produção e preços médios, também foram discutidos outros temas de interesse do setor, como a Resolução conjunta SEMAD-IGAM 2249/2014 (que estabelece critérios para implantação e operação dos equipamentos hidrométricos no estado) e a criação de um Conseleite.

Para o presidente da Comissão, Eduardo de Carvalho Pena, este foi o tópico principal da reunião: “É unânime o entendimento de que, para o mercado de lácteos, a criação do Conseleite é indispensável. E urgente. Não adianta debatermos os problemas do setor, custos e preços, se não conseguimos um diálogo racional com a indústria, que no final é sempre quem dita o ritmo, com ou sem justificativas”. Segundo ele, o resultado mais importante da reunião foi a oportunidade para que o grupo debatesse parcerias e estratégias e traçasse um plano de ação para viabilizar o Conseleite o quanto antes: “Agora é correr atrás e buscar torná-lo realidade”

| Pastagens mineiras

Outro ponto de destaque durante o encontro foi a apresentação de trabalho realizado pelo INAES sobre a degradação das pastagens mineiras. Segundo o estudo, 75% delas estão em condições ruins e, apesar de serem extremamente sensíveis ao clima, o mau estado se deve a décadas de degradação e de manejo inadequado. O alto nível de degradação é um dos fatores que mais interferem na rentabilidade do setor, uma vez que prejudica a produtividade e aumenta os custos de alimentação e o tempo de permanência dos animais na propriedade.

| Viagem Técnica

O encontro foi também momento para que os membros da comissão pudessem debater as principais lições aprendidas – e como aplicar as boas ideias – de tudo o que foi visto na viagem técnica aos Estados Unidos, realizada em setembro. A comitiva composta por 30 presidentes de Sindicatos de Produtores Rurais, percorreu os estados de Wisconsin e da Califórnia, visitando fazendas leiteiras, fábricas de laticínios, universidades, centros de pesquisa e a maior feira de gado leiteiro do mundo, a World Dairy Expo, em Madison.
.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.