terça-feira, 21 de Junho de 2011 13:47h Agência Minas

Concessionária ?Nascentes das Gerais? reforça operação para o feriado prolongado

A Concessionária ‘Nascentes das Gerais’, parceira do Governo de Minas na gestão do Sistema MG-050/BR-265/BR-491, vai aumentar o número de colaboradores em serviço para garantir uma viagem confortável e segura aos usuários que trafegarem pela rodovia durante o feriado de Corpus Christi. A expectativa da empresa é que a movimentação na rodovia fique mais intensa a partir desta quarta-feira (22).



A operação especial fica em vigor até o próximo domingo (26). Durante os cinco dias, a Concessionária espera um movimento 20% maior que o normal. A expectativa é que aproximadamente 180 mil veículos percorram a rodovia, que tem início em Juatuba, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), e vai até São Sebastião do Paraíso, na divisa entre Minas Gerais e São Paulo.



A exemplo da Polícia Militar Rodoviária Estadual e do Corpo de Bombeiros Militar, a Nascentes das Gerais reforçará seu efetivo. No Centro de Controle Operacional (CCO), o número de atendentes será maior, bem como ao longo da estrada. Em caso de incidentes na rodovia, o gestor de operações da Concessionária, Marcelo Aguiar, destaca que os usuários devem entrar em contato com o telefone 0800 282 0505.



Aguiar informa que as condições de tráfego na rodovia são muito boas. Ele pede que os motoristas tenham atenção na BR-491, em São Sebastião do Paraíso, onde as obras de duplicação estão em fase adiantada. Na região de Furnas, há construção de terceiras faixas. “As placas de sinalização indicam que o trecho está em obras e deixamos o reforço para que o motorista redobre a atenção”, afirma.



Uma dica importante que Aguiar dá aos motoristas neste feriado é respeitar os pontos de ultrapassagem. “Para ir e voltar em segurança, os motoristas precisam obedecer aos limites de velocidade e jamais fazer ultrapassagens em situação de insegurança. O condutor deve sinalizar a ultrapassagem com seta e só realizar o movimento quando for permitido. As colisões frontais são graves e é possível evitá-las com cidadania ao volante”, destaca Aguiar.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.