sábado, 1 de Dezembro de 2012 05:12h Gazeta do Oeste

Concurso da Cemig tem questões anuladas e gera revolta de candidatos

A anulação de questões de um concurso público da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) tem gerado polêmica e dúvidas entre candidatos. Nesta semana, a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep), responsável pelo processo seletivo, anunciou que toda a prova de Conhecimentos Gerais para os cargos de nível superior foi cancelada, o que equivale a 20% da avaliação. Já para as funções de nível médio e técnico e para o cargo de secretaria I, metade dos itens foi invalidada.

O concurso era para preenchimento de 635 vagas de ensino médio e superior, com salários de R$ 1.950 a R$ 5.287, para trabalhar em diversas cidades do Estado. As informações sobre o processo seletivo estão no site da Fundep, www.gestaodeconcursos.com.br.

Em nota da última quarta-feira (28), a fundação, que é ligada à Universidade Federal de Minas Gerais, disse: "Comunicamos que devido a uma falha operacional ocorrida no certame 02/2012 da Cemig, executado e gerido por esta Fundação, as questões de 41 a 46 de todos os cargos de nível médio e técnico, do conteúdo de Conhecimentos Gerais, as questões de 43 a 46 e a 48 do cargo de SECRETARIA I, do conteúdo de Conhecimentos Gerais e ainda as questões de 41 a 50 de todos os cargos de nível superior também do conteúdo de Conhecimentos Gerais, foram anuladas a fim de garantir ao certame toda a lisura, igualdade e justiça, favorecendo a todos os candidatos que participaram desse concurso."

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.