quinta-feira, 5 de Junho de 2014 07:01h Atualizado em 5 de Junho de 2014 às 07:06h.

Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal

A sétima edição do Concurso Estadual do Queijo Minas Artesanal será um dos destaques da 54ª Exposição Estadual Agropecuária.

A disputa acontece no dia 4 de junho e é promovida pela Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Emater-MG, Instituto Mineiro de Agricultura (IMA), Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais (Ocemg) e Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg). A proposta é valorizar e divulgar o queijo minas artesanal. A Exposição Estadual Agropecuária é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), IMA e Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Faemg). A exposição acontece de 3 a 8 de junho, no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte.
O concurso terá início às 16h. Os objetivos do evento são estimular a produção com qualidade, divulgar e valorizar o queijo minas artesanal. Participam da disputa 30 produtores cadastrados no IMA. Eles foram classificados após vencerem os concursos regionais do queijo minas artesanal na seis regiões identificadas como produtoras tradicionais da iguaria.

A comissão julgadora será composta por oito integrantes. Os queijos serão avaliados de acordo com os critérios: apresentação, cor, textura, consistência, paladar e olfato. Serão escolhidos os cinco melhores queijos e a premiação acontece no dia 5 de junho às 10hs.

“O concurso promove a melhoria continuada do produto, a interação entre as regiões, divulgação da qualidade do queijo minas artesanal e apresenta para o consumidor da capital o 'verdadeiro' queijo minas artesanal”, diz o coordenador técnico estadual da Emater-MG, Albany Árcega.

Queijo Minas Artesanal
De acordo com a Emater-MG, as seis regiões produtoras de queijo minas artesanal (Serro, Canastra, Araxá, Campos das Vertentes, Cerrado e Triângulo Mineiro) têm 9.789 produtores, que são responsáveis por uma produção de cerca de 29.897 toneladas de queijo por ano. A Emater-MG orienta os produtores sobre adequações das queijarias, currais e anexos, obtenção higiênica do leite, tratamento de água, controle sanitário do rebanho, boas práticas agropecuárias, boas práticas de fabricação e exigências da legislação vigente. A Empresa também exerce um papel importante na mobilização e organização dos produtores.

O reconhecimento destas regiões é respaldado por estudos do processo de fabricação, em cada região, tendo em vista características peculiares do local de origem, tais como: história, economia, cultura e clima, entre outros itens. “Foram feitos estudos históricos e agrogeológicos para identificar e caracterizar a produção, que tem uma importância econômica, social e cultural muito significante para os municípios incluídos”, explica a coordenadora técnica estadual da Emater-MG, Marinalva Soares. Os estudos técnicos realizados para a identificação das regiões produtoras do queijo minas artesanal no Estado foram realizados pela Emater-MG em parceria com outras instituições.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.