quarta-feira, 10 de Abril de 2013 07:53h ALMG - Assessoria de imprensa

Confins terá restaurante com preço mais acessível

Um restaurante e uma lanchonete com preços mais acessíveis do que os praticados atualmente. Essa é uma das características que marcarão o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, após a conclusão das obras de modernização e construção, previstas para daqui a um ano.

“Os preços não poderão ser maiores do que a média dos valores de 15 estabelecimentos de bairros não-nobres da Capital”, afirmou o superintendente regional da Infraero, Mário Jorge Fernandes de Oliveira, durante audiência pública realizada nesta terça (9/4/13) na Comissão de Esporte, Lazer e Juventude da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Antes, na parte da manhã, os parlamentares visitaram o aeroporto, para acompanhar o andamento das obras.

De acordo com a Infraero, em 2011 foram 9,5 milhões de passageiros em Confins, número que passou para 10,4 milhões em 2012. A previsão da demanda é de 15,3 milhões de passageiros em 2014, subindo para 16 milhões em 2016. Para atender esse contingente, Mário Jorge afirmou que as obras no aeroporto envolvem três grandes eixos: reforma e ampliação do terminal de passageiros e central de utilidades; reforma e ampliação de pistas de pouso e do sistema de pátios; e reforma do terminal de aviação geral e implantação do terminal remoto.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.