terça-feira, 27 de Janeiro de 2015 10:53h

Copasa Transparente: população já acompanha diariamente o nível dos reservatórios da Região Metropolitana

Dentro da política de transparência, determinada pelo governador Fernando Pimentel e adotada pela nova diretoria da Companhia de Saneamento do Estado de Minas Gerais (Copasa)

Dentro da política de transparência, determinada pelo governador Fernando Pimentel e adotada pela nova diretoria da Companhia de Saneamento do Estado de Minas Gerais (Copasa), empossada no último dia 16, já estão disponíveis na internet as informações diárias sobre o nível dos reservatórios que abastecem a Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). No endereço www.copasatransparente.com.br, a população pode acompanhar notícias, acessar uma página de perguntas e respostas e conferir dicas sobre como economizar água.

O risco de desabastecimento de água na RMBH e em cidades de outras regiões do Estado é real, conforme anunciou a nova presidente da Copasa, Sinara Meireles. “Precisamos estabelecer um pacto social para viver este período. É preciso que todos economizem, pelo menos, 30% de água. Se todos continuarem gastando como hoje, em três meses, já não teremos mais nada”, alertou.

O Sistema Paraopeba, que abastece a RMBH e é composto pelos reservatórios Serra Azul, Rio Manso e Vargem das Flores, está operando atualmente com 30,26% de sua capacidade. Dos três reservatórios, o que apresenta a pior condição é o Sistema Serra Azul, que atualmente está com apenas 5,85% de seu volume, praticamente já operando em seu volume morto. Já o sistema Vargem das Flores apresenta capacidade atual de 28,29% e o sistema Rio Manso, 45,04%.

O site Copasa Transparente foi criado especificamente para prestar contas à população sobre a crise de abastecimento de água. Para outras informações sobre a Copasa, o site www.copasa.com.br deve ser acessado.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.