sábado, 8 de Janeiro de 2011 00:00h

Cozinha Experimental ensina o aproveitamento integral dos alimentos

Para disseminar conhecimento e informação sobre o reaproveitamento de resíduos de alimentos e óleo utilizado na cozinha, e que seriam jogados diretamente no lixo, o Programa Cozinha Experimental, do Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR), em Belo Horizonte, foi criado em 12 de junho de 2007.

A Cozinha Experimental realiza oficinas, eventos e cursos destinados aos mais variados públicos e apresenta receitas nutritivas, diversificadas e, muitas vezes, inusitadas. Dessa forma, é despertado o interesse e são oferecidos meios para que os participantes se conscientizem.

Em 2010, a Cozinha Experimental promoveu 25 oficinas com 328 pessoas. Os participantes desenvolveram atividades relacionadas à gestão de resíduos orgânicos a partir do aproveitamento integral de alimentos. Maneiras simples de utilização desses resíduos e dos nutrientes presentes nas cascas, talos, sementes e folhas contribuem com o meio ambiente e com a saúde.

Nas oficinas de sabão caseiro, é ensinado que o óleo de cozinha utilizado na preparação de receitas, que muitas vezes seria descartado de forma incorreta, pode ser utilizado para a confecção de sabão e contribuir, inclusive, para complementar a renda familiar. Na oficina de compostagem os alunos aprendem a fazer uma composteira caseira a partir da utilização de garrafas pet, com o objetivo de utilizar o resíduo orgânico para a produção de um composto rico em nutrientes, utilizado como adubo em jardins, hortas e canteiros.

A nutricionista e coordenadora da Cozinha Experimental, Fernanda Piló, entende que as pessoas têm interesse em contribuir com o meio ambiente. “Acredito que o conhecimento e a informação é o primeiro passo para que as pessoas se conscientizem de que é necessário tomar atitudes para mudar o cenário do desperdício. Se cada um fizer a sua parte, contribuirá de forma grandiosa para um mundo mais sustentável”, argumenta.

A professora aposentada de artes, Maria Hilma, participou de algumas oficinas no CMRR, em especial a de reaproveitamento de alimentos e se diz muito satisfeita. “Antes eu jogava tudo no lixo, mas agora estou até fazendo economia. Não compro mais a mesma quantidade de frutas e verduras, porque aprendi a reaproveitar tudo. No final do curso eu ganhei um livro da cozinha sobre os alimentos que podem ser reaproveitados, com informações sobre qual é a melhor época do ano para consumir cada tipo de alimento”, explica.

Conheça os cursos

O Cozinha Experimental oferece os cursos Chef’s do Amanhã e Cozinha Brasil, que disseminam informações que ajudam a sociedade na melhoria da qualidade de vida, com a adoção de uma de uma alimentação de alto valor nutricional e de baixo custo, já que utiliza de forma integral os alimentos. O programa ofereceu em 2010 o curso Cozinha Brasil em parceria com o Serviço Social da Indústria - Sesi Minas Gerais, o curso oferece capacitação a estudantes, donas de casas, comunidade do entorno e todos os demais interessados. Ao longo do ano, foram oferecidos 10 cursos, com a capacitação de 218 pessoas.

Outro curso que merece destaque é o Chef’s do Amanhã, que é destinado a adolescentes de escolas pública. Foram realizados no CMRR oito cursos, capacitando 151 pessoas no ano de 2010. O curso é resultado de uma parceria com a Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej), realizado desde 2008. O objetivo é incentivar o jovem a participar de uma nova proposta de culinária básica e saudável, com refeições substanciosas e nutritivas, visando o aproveitamento integral dos alimentos, evitando o desperdício.

A intenção é fazer com que esses jovens sejam multiplicadores de conhecimento e estimulados para a profissionalização na área. Com relação às expectativas para 2011, a coordenadora Fernanda Piló informou que a intenção é que os cursos e as oficinas sejam expandidos, aumentando o número de turmas ao longo do ano.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.