sábado, 17 de Novembro de 2012 05:33h Gazeta do Oeste

Criminosos invadem duas casas seguidas na Zona Sul e acabam presos em flagrante

A Região Centro-Sul de Belo Horizonte volta a ser alvo de assaltantes especializados em invadir residências. Na noite desta sexta-feira, duas famílias, uma moradora do Bairro Belvedere e outra do São Bento, viveram momentos de terror sob o poder de homens armados. Ambas foram vítimas dos mesmos criminosos, três homens e uma mulher, que acabaram presos graças à atenção de um morador vizinho ao segundo imóvel invadido, que acionou a PM tão logo percebeu que algo de errado ocorria na casa ao lado.

De acordo com a Polícia Militar, as duas invasões ocorreram em um intervalo de uma hora. A primeira foi na Rua Engenheiro Emílio Jacques de Moraes, no Belvedere. Um jovem chegava no imóvel para fazer companhia à avó, que ficou viúva recentemente, quando foi rendido pelos assaltantes. Vários aparelhos eletrônicos, entre notebook, celular, vídeo-game, além de dinheiro foram recolhidos. Avó e neto não chegaram a ser feridos durante a ação.

Assim que o grupo deixou a casa, as vítimas acionaram a polícia que rapidamente começou a fazer rastreamento pela região. Foi quando uma nova ligação registrada via 190 informava que havia uma movimentação atípica em uma casa na Rua Desembargador Melo Junior, no São Bento. Quem telefonou foi um vizinho da família. Imediatamente várias viaturas da PM foram até o endereço.

Na porta da casa havia uma mulher dentro de um Nissan Tiida, de cor prata. Segundo a PM, ela dava cobertura para os três comparsas que estavam dentro do imóvel. Ao perceberem a chegada dos militares, os trio fugiu pelos fundos da casa, pulando muros de casas vizinhas. Dois foram presos em ruas do entorno, enquanto o terceiro, que portava um revólver calibre 38 carregado, foi detido dentro de um impovel vizinho. Segundo a PM, o trio fugiu levando pequena quantidade de jóias.

As vítimas do primeiro assalto foram chamadas pelos policiais para reconhecer os assaltantes e ficou confirmado que se tratava do mesmo grupo criminoso. A PM disse que é precipitado afirmar que os quatro estejam envolvidos na série de assaltos que vem atormentando os moradores de bairros nobres da capital. Desde julho é crescente o número de invasões deste tipo, sobretudo na Região Centro-Sul. O caso mais grave foi registrado em 7 de outubro, no Bairro Santa Lúcia, quando a atriz Cecília Bizzoto foi assassinada com um tiro disparado por um dos assaltantes que invadiram a casa dela.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.