sábado, 27 de Setembro de 2014 03:21h Atualizado em 27 de Setembro de 2014 às 03:22h.

Cruzeiro quer simplesmente manter a liderança

A Raposa tem o melhor aproveitamento jogando como visitante no Campeonato Brasileiro, acumulando seis vitórias, três empates e outras três derrotas em doze jogos.

Ciente disso, Egidio espera que o Cruzeiro possa fazer valer esses números neste sábado, contra o Sport, em Recife-PE, às 18h30, e consiga mais um triunfo atuando fora de seus domínios.

Egídio, um dos mais experientes do grupo ressalta a força do elenco. “Sabemos do nosso bom aproveitamento fora de casa, somos o time que mais pontuou jogando como visitante e esperamos continuar assim”, disse o lateral.


O camisa 6 ainda ressaltou a dificuldade do jogo contra os pernambucanos, que, quando atuam em casa, costumam conseguir bons resultados diante dos adversários. Para ele, se o Cruzeiro continuar mostrando um bom futebol e conquistando pontos tanto dentro, quanto fora do estado, a chance do elenco estrelado chegar ao tetracampeonato aumentará a cada rodada.


“Sábado teremos mais um jogo difícil, fora de casa, contra o Sport, mas espero que a gente possa jogar bem para somar os três pontos e seguirmos na liderança. Se fizermos o nosso papel, teremos grande chance de conquistar o campeonato esse ano, de novo. Sabemos da força do Sport em casa, que não será uma partida fácil, porém o nosso time está bem focado para entrar em campo e voltar para casa com mais uma vitória”, declarou Egidio.


Melhor ataque do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro também possui a dupla de artilheiros. Até aí, nada de mais. No entanto, somente o atacante, Marcelo Moreno, que marcou o seu 12º gol na vitória celeste sobre o Coritiba, nessa quarta-feira, e o meia-atacante, Ricardo Goulart, com onze tentos, balançaram as redes mais vezes que nove clubes que disputam a competição.


Próximo adversário da Raposa, neste sábado, o Sport tem um dos piores ataques do Brasileiro e está nesta lista. A equipe pernambucana marcou apenas 21 gols em 24 jogos.


Juntos, Marcelo Moreno e Ricardo Goulart balançaram as redes 23 vezes no Brasileirão. Apenas os dois jogadores celestes superam a quantidade de gols marcados por Flamengo (22), Coritiba (22), Sport (21), Figueirense (21), Chapecoense (20), Bahia (20), Grêmio (19), Palmeiras (18) e Criciúma (12).


A disputa acirrada entre Moreno e Goulart, que se alternam na artilharia isolada do Brasileirão, é benéfica para o Cruzeiro, mas escancara a ineficiência dos ataques de outros times. Com a pontaria afiada, apesar de ter falhado na finalização em algumas partidas, o ataque do Cruzeiro só não marcou gol em três partidas no Brasileirão – na derrota por 1 a 0 para o Corinthians, no empate em 0 a 0 com o Criciúma e no revés por 2 a 0 para o São Paulo.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.