quarta-feira, 29 de Abril de 2015 10:13h

CSN confirma investimento de R$ 1,8 bilhão e geração de mil empregos em Minas

Projeto contempla duas fábricas de cimentos nas cidades de Arcos e Romaria. Protocolo de Intenções será assinado no Indi

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) está realizando grande investimento em Minas Gerais na área de cimentos. O projeto, que envolve R$ 1,8 bilhão, contempla duas fábricas de cimentos nas cidades de Arcos e Romaria. A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (SEDE) atuou, nas últimas semanas, na articulação entre a empresa e os municípios. A ação resultará na assinatura de um Protocolo de Intenções com o Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi).
Serão construídos um forno de clinquer (matéria-prima para a fabricação do cimento) e três moagens, duas em Arcos e uma em Romaria. A CSN possui grandes investimentos em Minas Gerais, destacadamente em Congonhas, onde funcionam suas unidades especializadas em minério de ferro. “A empresa sempre acreditou e segue acreditando no estado de Minas Gerais como um parceiro estratégico para os empreendimentos da companhia”, afirma o diretor Institucional da CSN, Luiz Paulo Barreto.
O novo projeto irá complementar a produção da unidade da CSN em Volta Redonda (RJ), ao mesmo tempo em que irá fomentar a indústria de Minas Gerais. A produção de cimentos da CSN aumentará de 2,4 para 5,4 milhões de toneladas/ano. “É de extrema importância incentivarmos a expansão de uma fábrica cujo setor é referência e fundamental para a economia mineira”, acredita o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Altamir Rôso. O investimento irá gerar cerca de mil novos empregos no estado.
O projeto foi apresentado ao secretário e aos prefeitos da região em reunião na Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg). A expectativa é que a primeira fase da expansão em Arcos seja concluída no primeiro semestre de 2015. Os investimentos em Romaria começam imediatamente.
Segundo informado pela empresa, a expansão das atividades de cimentos no estado irá contribuir para a diversificação da atividade econômica, profissionalização e especialização da mão-de-obra, além do fomento ao setor terciário. Toda a região será beneficiada.
Isso justifica o entusiasmo do Prefeito de Romaria, Ferdinando Resende Rath, com o projeto. “Para a nossa cidade, essa fábrica será um marco, pois irá movimentar a economia e trará novas oportunidades para as pessoas no município”. O prefeito de Arcos, Claudenir José de Melo, destacou a importância do investimento que a companhia já realiza na cidade, inclusive com programas sociais implementados pela Fundação CSN.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.