quarta-feira, 5 de Junho de 2013 10:23h Agencia Minas

Cultura dos países da Copa das Confederações é tema do novo desafio do Movimento Minas

Participantes devem responder a questão: “Como relacionar Minas com a cultura dos países que receberemos na Copa das Confederações?”

A Copa das Confederações deste ano, além de ser uma das maiores festas do futebol mundial e servir de preparação para a Copa do Mundo de 2014, também servirá como uma oportunidade única para que os mineiros possam conhecer novas culturas. A partir disso, o Movimento Minas – projeto voltado para a participação dos cidadãos – lança mais um desafio, dessa vez, em parceria com a Secretaria de Estado Extraordinária da Copa (Secopa).

Por meio do site www.movimentominas.mg.gov.br, qualquer cidadão pode participar respondendo a pergunta “Como relacionar Minas com a cultura dos países que receberemos na Copa das Confederações?”. As respostas podem conter exemplos de relações culturais possíveis ou existentes entre esses países e Minas Gerais como restaurantes, cultura, economia, turismo, clima, costumes da população, geografia, entre outros.

Segundo o analista de cocriação do Movimento Minas, Alex Vasconcelos, o Movimento Minas conta com a ajuda dos cidadãos. “Queremos pensar nas semelhanças entre mineiros e mexicanos, nigerianos, japoneses e taitianos. Assim, poderemos nos preparar melhor para receber essas delegações. Será que tem um pouco de Minas em cada um desses países?", questiona.

“Sabemos, por exemplo, que o mexicano também é apaixonado por um bom tutu de feijão. Que o Japão é o terceiro maior parceiro comercial de Minas, sendo o estado brasileiro que mais exporta para lá. Que a religiosidade e a alegria também são características marcantes dos nigerianos e que a seleção do Taiti fará sua estreia na Copa das Confederações aqui mesmo no Mineirão”, revela Alex Vasconcelos.

Prêmios

Os autores das três respostas mais apoiadas no site do Movimento Minas vão ganhar uma bola oficial da Copa das Confederações 2013. Exercite sua imaginação: as conexões podem ser surpreendentes.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.