quinta-feira, 27 de Janeiro de 2011 00:00h

CVT ajuda os desabrigados pelas chuvas

O Centro Vocacional Tecnológico de Formiga (CVT) realiza a campanha SOS Região Serrana, em prol dos desabrigados pelas enchentes que devastaram municípios do estado do Rio de Janeiro. A unidade montou um posto para o recebimento de donativos a serem enviados para os municípios de Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis. Poderão ser doados alimentos, roupas, cobertores, colchonetes e itens de higiene pessoal como sabonete, pasta de dente, fralda descartável, entre outros. Os interessados em ajudar podem fazer a doação na sede do CVT (Rua São Luiz Gonzaga, 327, bairro São Luiz). Mais informações pelo telefone: (37) 3322 5528.

O CVT de Formiga é uma unidade da Rede de Formação Profissional Orientada pelo Mercado (RFPOM), projeto do Governo de Minas, coordenado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes - MG), com apoio das Prefeituras Municipais. O objetivo é ampliar a capacitação local e regional; combater a exclusão digital e social; gerar emprego e renda; e contribuir para a melhoria de vida da população a partir da capacitação profissional. Para isso, duas frentes de trabalho estão em atuação: alfabetização digital e formação e aperfeiçoamento profissional.

Hoje, a RFPOM está consolidada com a implantação de 571 unidades interligadas em banda larga, representadas por 84 CVTs e 487 Telecentros. São 4.5 mil microcomputadores conectados, colocando Minas Gerais como um dos estados a possuir um dos maiores programas de inclusão digital e social do País. O projeto alcança mais de 360 municípios e soma mais de 500 mil cidadãos certificados em cursos presenciais e a distância, nas áreas comportamentais, gerenciais e profissionalizantes, além de 1 milhão de pessoas beneficiadas com o acesso à internet.

Investimento de mais R$ 130 milhões
A estrutura da RFPOM totaliza o investimento de mais de R$ 130 milhões, recursos provenientes do Governo de Minas e do Ministério da Ciência e Tecnologia – MCT, por meio de emendas parlamentares. Na montagem de um CVT são gastos, em média, R$ 600 mil, e de um Telecentro R$ 50 mil. Depois de montadas, as unidades são mantidas pelo Governo de Minas, em parceria com as Prefeituras Municipais e entidades gestoras, como ONGs, organizações da sociedade civil e entidades.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.