segunda-feira, 9 de Fevereiro de 2015 09:07h

Delegacia Virtual facilita vida do folião durante o carnaval em Minas

Pela internet, com acesso também via celular, cidadão poderá registrar extravio de documentos e objetos, além de acidentes de trânsito sem vítimas

Durante o Carnaval de 2015, a Delegacia Virtual será uma ferramenta importante para facilitar o acesso do cidadão a serviços prestados pela Polícia Civil de Minas Gerais. Ela poderá ser usada para o registro via internet de ocorrências comuns no período de folia, como acidentes de trânsito sem vítimas, de extravio ou perda de documentos e também de extravio de objetos pessoais, como celulares e câmeras fotográficas.

Outros casos de menor potencial ofensivo também continuarão sendo registrados pelo sistema, como notificação de desaparecimento ou localização de pessoas e para o registro de danos simples (como danos a patrimônio privado, destruição de bens, depredações e pichações). “No momento em que o cidadão opta pela  Delegacia Virtual para fazer o registro, ele poupa tempo e reduz o fluxo de demandas nas delegacias”, destaca  a superintendente-adjunta de Informações e Inteligência Policial, delegada Yukari Miyata.

Novo aplicativo

Com o novo aplicativo, lançado no dia 20 de janeiro, a Delegacia Virtual poderá ser acessada também por celulares e dispositivos móveis (como tablets e smartphones), que utilizam o sistema Android, para o registro de acidentes sem vítimas e para a perda ou extravio de documentos e objetos pessoais.

O envio de fotos para serem anexadas à ocorrência se tornou possível por meio do novo dispositivo, que permite ao usuário obter informações da localização do fato por meio do Sistema de Posicionamento Global (GPS), que é preenchido de forma automática pelo sistema no documento.

Implantada em 30 de abril de 2014, a Delegacia Virtual atualmente é responsável por 19% do total de ocorrências registradas pela Polícia Civil de Minas Gerais. Ela pode ser acessada pelo site www.delegaciavirtual.sids.mg.gov.br ou pelo link existente na página da Polícia Civil.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.