sexta-feira, 4 de Outubro de 2013 12:21h

DER apresenta projeto de melhorias para MG-424

Obras no trecho entre Sete Lagoas e Confins, na Região Central do Estado, já têm licitação em andamento.

O trecho de 34,3 quilômetros da MG-424, que liga Confins a Sete Lagoas, receberá melhorias a partir de obras que já estão em processo de licitação. Representantes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-MG) apresentaram o projeto a ser executado pela empresa que ganhar a licitação durante audiência pública em Pedro Leopoldo (Região Metropolitana de Belo Horizonte). A reunião foi realizada na tarde desta quinta-feira (3/10/13) pela Comissão de Transportes, Comunicação e Obras Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

O diretor de infraestrutura do DER-MG, Marcos Antônio Frade, explicou que o projeto foi elaborado em 2008 e, desde então, o tráfego aumentou entre 6,5% e 8% (mais que o dobro previsto) nos vários trechos da rodovia contemplados pelas obras. “Optou-se, mesmo assim, por aproveitar esse projeto com algumas melhorias, porque elaborar um novo demandaria adiamento das obras. Seriam mais quatro meses de licitação e pelo menos um ano para elaboração desse novo projeto”, disse. Frade afirmou que as obras devem ser iniciadas logo após o período de chuvas, em março do próximo ano.

As obras previstas para a rodovia incluem a duplicação de alguns trechos e a restauração de outros. O gerente de obras do DER-MG, Francisco Cardoso, fez uma apresentação longa para detalhar essas intervenções. Foram apresentadas imagens de satélite, fotos e desenhos com detalhes do projeto, que inclui a construção de quatro pontes, quatro viadutos, seis passarelas e 26 paradas de ônibus. “A sinalização e os dispositivos de segurança serão no que eu chamo 'padrão Linha Verde', ou seja, o mais elevado padrão de qualidade em termos de sinalização que temos atualmente em Minas Gerais”, disse.

Uma das melhorias mais solicitadas pelas populações de Matozinhos e Prudente de Morais foi a construção de um contorno das cidades para retirar a rodovia  da área urbana. Francisco Cardoso afirmou que esses contornos estão previstos no projeto – serão 13,2 km de via no entorno de Matozinhos e 5,4 km em Prudente de Morais. Ele afirmou que os trechos da MG-424 que estão dentro dos municípios também serão restaurados e convertidos para o uso da população local.

Moradores sugerem melhorias no projeto

A audiência pública foi realizada na Câmara Municipal de Pedro Leopoldo A audiência pública foi realizada na Câmara Municipal de Pedro Leopoldo - Foto: Guilherme Bergamini
Vereadores de Pedro Leopoldo e Matozinhos se mostraram satisfeitos com o projeto apresentado. Apenas o vereador Salim Salema Pimenta, de Pedro Leopoldo, ressaltou a falta de uma passarela na região do distrito Dr. Lund, onde, segundo ele, há grande fluxo de moradores que se deslocam a pé.

Alguns moradores apontaram a falta de passeios para pedestres e ciclovias ao longo da estrada. O DER-MG também foi questionado quanto à sinalização durante as obras, pois o número de acidentes pode aumentar. Também foram solicitadas medidas paliativas – como iluminação – até o início das obras.

Um dos presentes à reunião, Wanderlei Dias Gonçalves, levou um caixão para representar as mortes acontecidas na rodovia e disse que esteve em uma audiência pública em Vespasiano em 2010, na qual o mesmo projeto foi apresentado. “Precisamos cobrar e a Assembleia Legislativa precisa pressionar para que isso saia do papel”, disse.

O deputado Adalclever Lopes (PMDB), autor do requerimento para a audiência, assegurou que o projeto será cumprido. “Não tenho nenhuma dúvida de que o Estado vai cumprir as metas estabelecidas e asseguro a seriedade do DER-MG”, disse. O parlamentar também disse que apresentará, na próxima reunião da comissão, dois requerimentos. O primeiro deles será de providências ao diretor geral do DER-MG, José Elcio Santos Monteze, para instalar uma passarela na altura do distrito Dr. Lund. Ele também vai solicitar audiência pública em Matozinhos para apresentar o projeto também para a população desse município.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.