sábado, 3 de Maio de 2014 06:06h

Destaques da gestão escolar entram em foco no Roda de Conversa deste sábado

O tema desta edição será "O pedagógico na gestão escolar". O programa vai ao ar, na Rede Minas, a partir das 10h30.

Responda rápido: o que a Escola Estadual Professora Inês Geralda de Oliveira, em Belo Horizonte, e a Escola Estadual do Bairro São Caetano, em Betim, têm em comum? Guardadas as especificidades, ambas são bons exemplos de gestão escolar e estarão em destaque no programa Roda de Conversa, que vai ao ar, neste sábado (03/05), às 10h30, pela emissora Rede Minas.

‘O pedagógico na gestão escolar’ é o tema do programa que vai discutir as atribuições, desafios e habilidades necessárias para ser um bom gestor. O bate papo será com Heloísa Luck, diretora educacional do Centro de Desenvolvimento Humano Aplicado (Cedhap), em Curitiba, e consultora do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), Malvina Tuttman, do Conselho Nacional de Educação e Swamy Soares, do Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares do Ministério da Educação.

Para Frederico Maximiliano diretor há nove anos, ‘o pulo do gato’ da gestão da escola Professora Inês Geralda de Oliveira está na equipe. Em sua gestão ele busca trazer os professores para as decisões do cotidiano escolar para que eles se sintam parte do todo. “O grande lance é tornar a gestão mais democrática, dividir as tarefas com os vice-diretores, professores e a comunidade escolar.Tudo é decidido em conjunto. Além disso, há uma outra vantagem: a credibilidade da equipe junto à comunidade”, ressalta.

A escola possui desde os anos iniciais até o ensino médio, e também tem Educação de Jovens e Adultos (EJA). São mais de 1.300 alunos de várias regiões, inclusive vilas e aglomerados, alguns que vivem em situação de vulnerabilidade social.

Já na Escola Estadual do Bairro São Caetano, que também atende a uma região de vilas e aglomerados, a realidade é um pouco diferente, pois possui turmas de ensino médio e educação de jovens e adultos, sendo mais de 1.500 alunos, divididos por essas modalidades de ensino. O foco da gestão, bem como de toda a equipe é garantir o sucesso dos alunos, seja na continuidade dos estudos ou no ingresso no mercado de trabalho.

A gestão e equipe escolar intensificam as ações de reforço pedagógico e articulam vários projetos em parcerias, como o Jovem do Futuro, Jovem Cientista, Valor do Amanhã, Estudar vale a pena. Todos com foco em atividades de cunho pedagógico além de atividades esportivas como explica a diretora Ângela Chioti. “Temos vários casos de sucesso, há situações em que alunos de “baixa renda” passaram em concursos público, já estão até dando aulas na própria escola, temos alunos que passaram no vestibular da Universidade Federal de Minas Gerais e estão estagiando aqui também. É comum alunos retornarem para trabalhar na própria escola ou passarem em outros concursos e se estabilizarem na vida”, comemora.

Nesta escola, por se tratam de ensino médio, a participação da família geralmente é menor, mas não menos importante. “A escola dá mais flexibilidade para a participação dos pais, e a família comparece quando solicitada, adotamos um critério de fazer reuniões aos sábados para dar oportunidade dos pais participarem mais”, pontua.

Roda na TV

Todos os programas estão disponíveis no canal do Youtube da Secretaria de Estado de Educação (SEE) ou no canal da Magistra. Outra opção é o Centro de Referência Virtual do Professor (CRV). Para fazer comentários ou críticas basta enviar um e-mail para magistra.rodadeconversa@educacao.mg.gov.br ou ligar para (31) 3379-8289.

Idealizado pela Magistra – Escola de Formação e Desenvolvimento Profissional de Educadores e a Assessoria de Comunicação Social da Secretaria de Estado de Educação –, o programa é uma parceria com a Rede Minas de Televisão e debate temas do cotidiano da educação com foco em experiências das escolas estaduais de Minas Gerais.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.