segunda-feira, 5 de Novembro de 2012 02:37h Gazeta do Oeste

Dinheiro falso apreendido com grupo em blitz da Lei Seca em BH chega a R$ 29,1 mil

Chega a R$ 29,1 mil o valor apreendido em notas de R$ 100 falsas com um grupo flagrado com maconha em uma blitz da Lei Seca realizada na madrugada deste domingo na Avenida Nossa Senhora do Carmo, no Bairro São Pedro, Região Centro-Sul de Belo Horizonte. Inicialmente a Polícia Militar informou a apreensão de R$ 14,8 mil, o que foi retificado pela Polícia Federal.

Pequena parte do dinheiro estava com três dos quatro suspeitos. O trio estava em um Renault Clio abordado na ação da Campanha Sou pela vida, dirijo sem bebida. O restante das notas estavam escondidos em um apartamento no Bairro Boa Vista, Região Leste da capital. No imóvel estava uma mulher, que também foi presa sobs suspeita de participação no esquema criminoso.

A PF suspeita que o grupo tenha ligação com uma quadrilha especializada em falsificação de dinheiro em São Paulo. Segundo a corporação, quatro cédulas falsas eram vendidas pelo grupo paulista por R$ 100 verdadeiros. O esquema ainda será melhor investigado.

Além do dinheiro falso, foram apreendidos aproximadamente dois quilos de maconha. Um cigarro da droga encontrado dentro do carro é que teria motivados os policiais militares a realizar uma busca minuciosa no veículo. O trio transportava um tablete com quase um quilo da erva. Diante do flagrante, os policiais foram até o apartamento onde moram dois dos envolvidos.

O carro era conduzido por Diego Menezes Shabout, de 28 anos. Ele estava acompanhado por Ramon Jameno Otoni, de 25 anos, e Igor César dos Santos, 27, que moram juntos no apartamento onde havia a maior parte da droga e do dinheiro. No imóvel estava Lorraine Paula Tamashiro Alves, 20, amiga do trio.

Os quatro foram presos em flagrante pela Polícia Federal. Até o fim da manhã todos ainda estavam na sede da PF em Belo Horizonte. Segundo o órgão, ainda neste domingo Lorraine será levada para a Penitenciária Estévão Pinto, na capital, enquanto os três homens ficarão detidos na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, Região Metropolitana, à disposição da Justiça.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.