quarta-feira, 23 de Setembro de 2015 13:20h

Diretoria da Cemig se reúne com empreiteira para analisar acidente com eletricista

Presidente Mauro Borges Lemos verificou in loco as condições de trabalho, em Corrego Danta (MG)

A diretoria da Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig se reuniu, nesta quarta-feira (23/9), com a Eletrocamp Construções Elétricas e Serviços Ltda. para apresentar medidas e a aplicação de programas de segurança no trabalho, após o acidente envolvendo o eletricista Adilson Marques de Brito, ocorrido em 12 de setembro passado. A reunião aconteceu na sede da empreiteira, em Pará de Minas (MG).

Adilson teve a perna e o antebraço direitos amputados após receber descarga elétrica enquanto trabalhava em uma obra da Cemig, realizada pela Eletrocamp, para substituição de rede de distribuição na área rural de Córrego Danta, no Oeste de Minas.

Durante o encontro, ficou decidido que as medidas e os programas de segurança serão aplicados de forma conjunta pela Cemig e pela empreiteira, como, por exemplo, simulações de acidentes de trabalho. “Nós vamos até o fim, não apenas para apurar o acidente, mas para garantir que falhas não se repitam. A tolerância zero tem que ser efetiva, tanto para a Empresa, como para as empreiteiras. Outras empresas já conseguiram eliminar acidentes graves ou fatais, e esse também é nosso objetivo”, enfatizou o presidente da Cemig, Mauro Borges Lemos.

Após a reunião, o presidente seguiu para a área rural de Córrego Danta, para verificar as condições de trabalho no local do acidente, acompanhado dos diretores da Cemig, Ricardo José Charbel (Distribuição e Comercialização) e Márcio Serrano (Gestão Empresarial).

O acidente
No dia 12 de setembro passado, durante a substituição de poste da rede de distribuição da Cemig que atende os consumidores rurais do município, o empregado sofreu choque elétrico que provocou queimaduras graves. Ele foi encaminhado para o hospital de Luz (MG) e posteriormente transferido para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, onde passou por cirurgias e continua internado em estado grave.

A Cemig e a empreiteira Eletrocamp estão prestando assistência à vitima e à sua família e conduzindo investigação para identificar e corrigir as causas do acidente.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.