sexta-feira, 20 de Maio de 2011 14:47h Atualizado em 20 de Maio de 2011 às 14:52h. Assessoria Comunicaç?o ALMG

Divinópolis faz diagnóstico do esporte e pede recursos para o setor

Um documento com 250 páginas contendo um diagnóstico sobre a área esportiva de Divinópolis foi entregue à Comissão de Esporte, Lazer e Juventude da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, nesta sexta-feira (20/5/11). O principal destaque é que das 170 áreas de lazer da cidade, todas precisam de algum tipo de reforma.

Reunida em audiência pública na Câmara Municipal da cidade para discutir a situação das áreas de esporte e lazer de Divinópolis e região, a comissão apurou que o consenso é de que o esporte é uma política pública de integração com outras áreas, principalmente com a saúde e a educação.

Solicitada pelo deputado Fabiano Tolentino (PRTB), a audiência durou mais de duas horas e reuniu representantes do segmento esportivo não só de Divinópolis, mas de cidades vizinhas, como Carmo do Cajuru, São Sebastião do Oeste, Formiga, Cláudio e Oliveira. Também participaram secretários municipais e vereadores da cidade e das vizinhas.

Tolentino informou que das 170 áreas de lazer levantadas, há necessidade de obras como cobertura, piso, alambrado, pintura, entre outros. Isso demandaria recursos de cerca de R$ 4 milhões no total. Os recursos, segundo o deputado, serão buscados nas parcerias com a prefeitura, o Estado e nas emendas parlamentares. Dessas 170 áreas de lazer, 71 estão dentro de escolas municipais e estaduais. Do total das áreas , 79 são quadras e 55 são campos de futebol.

O levantamento foi conduzido por alunos de Educação Física da Fundação Educacional de Divinópolis da Uemg. Segundo a vice-diretora da unidade, Míriam Fonseca, o trabalho foi importante para os alunos conhecerem o seu campo de trabalho e a situação que viverão depois de formados.

 

Infraestrutura - As dificuldades estruturais do setor esportivo foram reconhecidas pelo secretário de Esporte de Divinópolis, Rômulo Duarte Silva, que no entanto, destacou que a secretaria vem trabalhando bem, com planejamento e obras em andamento.

Ele citou os projetos de melhorias no ginásio poliesportivo, as parcerias com o Guarani Esporte Clube e reformas em quadras de escolas municipais. Segundo ele, a prefeitura vem trabalhando com três eixos: o esporte de competição, o esporte de formação,aliado ao esporte escolar e o esporte visando qualidade de vida.

Dentro dos planos para os próximos anos, está a construção de uma arena multiuso, por meio de parceria público privada, cujas negociações já começaram, segundo Rômulo Duarte.

 

Pedidos - Na fase dos debates, várias diretoras pediram a reforma das quadras esportivas de seus estabelecimentos. Representantes de esportes especializados como skate, ciclismo e boxe pediram apoio para suas modalidades. Associações de bairro sugeriram a expansão de projetos como o "Saúde na Praça". Muitos falaram da situação precária dos times de futebol amador da cidade, como Vasco, Corinthians, Palmeiras, solicitando apoio para seus jogos.

Visita - Após a audiência, os deputados e convidados visitaram o Divinópolis Tênis Clube, que é objeto de um projeto de lei do deputado Fabiano Tolentino, para que o Estado ceda as instalações para a prefeitura, para se oficializar a municipalização que já existe na prática, conforme o parlamentar. E o Parque da Ilha Dr. Sebastião Gomes Guimarães, área de lazer da cidade, com pistas, estação ecológica, trilhas de caminhada.

Presenças - Deputados Marques Abreu (PTB), presidente; Fabiano Tolentino (PRTB) e a deputada Luzia Ferreira, além de vereadores de Divinópolis e região, secretários municipais, desportistas, alunos e associações comunitárias.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.