quarta-feira, 11 de Janeiro de 2012 10:15h Atualizado em 11 de Janeiro de 2012 às 10:19h. Liziane Ricardo

Divinópolis já recebe kits de medicamentos

Os Kits de Atendimento às Calamidades contêm itens que atendem às principais necessidades dos municípios para a prevenção e o atendimento em casos de enfermidades decorrentes do período chuvoso

As fortes pancadas de chuvas ocorridas desde o mês de dezembro de 2011 acarretaram em diversas catástrofes da natureza, como deslizamento de encostas, enchentes de rios da região e inundações de córregos em pontos urbanos nas mais de 116 cidades em estado de emergência somente em Minas Gerais.
Com isto, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) e a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec-MG) começaram a distribuir, neste sábado (7), os Kits de Atendimento às Calamidades – kits de medicamentos – aos municípios afetados pelas chuvas. Os kits, com medicamentos e materiais para atendimento médico, enviados pelo Ministério da Saúde, começaram a chegar a Belo Horizonte na madrugada desse sábado. O Governo de Minas solicitou inicialmente ao governo federal 40 unidades. Cada kit atende a demanda de 500 pessoas por aproximadamente três meses.
Em Divinópolis na região Centro-Oeste do Estado, na qual comporta mais 210 mil habitantes, cerca de 600 famílias ficaram desabrigadas com a enchente do Rio Itapecerica na última semana. A ajuda humanitária solicitada pelo chefe do Executivo, Vladimir Azevedo (PSDB) chegou pelo Governo do Estado na última sexta-feira. Já nesta semana está prevista a chegada dos Kits de medicamentos para atender a cidade e região.
Entretanto, a Diretoria de Vigilância Ambiental da Secretaria de Estado de Saúde vem atendendo aos pedidos das Regionais de Saúde em todo o Estado. Para as Regionais de Belo Horizonte, Divinópolis, Ponte Nova e Manhumirim, responsáveis por 159 municípios, foram liberados 44 mil frascos de Hipoclorito de sódio 2,5%, que é utilizado na desinfecção de água para consumo humano. De acordo com a coordenação da Regional de Saúde em Divinópolis, os medicamentos já estavam chegando na tarde de ontem (10) e ainda está sendo feito um levantamento do total de medicamentos para selecionar as famílias que receberão os remédios.

PRIORIDADES
Os municípios que receberão prioritariamente esses medicamentos são Belo Vale, Brumadinho, Cataguases, Cipotânea, Congonhas, Governador Valadares, Guaraciaba, Guidoval, Mário Campos, Miraí, Moeda, Muriaé, Ponte Nova, Rio Casca, Sardoa, Senador Firmino e Visconde do Rio Branco. Já para a Regional de Ubá, houve o envio de soro antirrábico, soro antibotrópico e antiaracnídico, para atendimento emergencial.
“Avaliando a atual situação no Estado, provocada pelas chuvas, a Defesa Civil Estadual detectou necessidade de encaminhar, em caráter de emergência, kits de medicamentos para esses 17 municípios mineiros. Desde segunda-feira estamos avaliando quais serão os outros municípios que receberão os kits. A distribuição está sendo feita pela Secretaria de Estado de Saúde, com o apoio da Defesa Civil Estadual e os medicamentos que chegarão aos municípios serão distribuídos à população com a orientação das secretarias municipais de saúde e das Coordenadorias Municipais de Defesa Civil (Comdecs)”, explicou o chefe da Defesa Civil Estadual, Coronel Luis Carlos Martins.

PREVENÇÃO E ATENDIMENTO

Os Kits de Atendimento às Calamidades contêm itens que atendem às principais necessidades dos municípios para a prevenção e o atendimento em casos de enfermidades decorrentes do período chuvoso. Serão distribuídos amoxicilina, analségicos, paracetamol, sais de reidratação e sulfametoxazol, entre outros medicamentos, além de materiais para atendimento médico, como esparadrapo, luva, máscara e seringa.
A secretaria garante também a vacinação nos municípios mais afetados. A vacina contra o tétano (dupla adulto) é a mais aplicada no período chuvoso. Todas as regionais da Secretaria de Saúde contam com estoques suficientes para atender às necessidades. Caso haja uma demanda maior, a Secretaria atenderá prontamente.

Com informações: Agência Minas

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.