terça-feira, 27 de Março de 2012 11:39h

Divinopolitano realiza audiência para debater funcionamento do Parque da Gameleira

O deputado estadual Fabiano Tolentino (PSD), vice presidente da Comissão Política Agropecuária e Agroindustrial da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, solicitou a realização de uma audiência pública amanhã (28) para debater os possíveis prejuízos que a desativação do Parque Bolívar de Andrade (Parque da Gameleira) pode trazer para o agronegócio mineiro.
“A proposta de realização dessa audiência surgiu depois que recebi um ofício, encaminhado por 20 entidades do agronegócio mineiro, alertando sobre as conseqüências da desativação do Parque da Gameleira, como a descontinuidade do calendário dos eventos relacionados ao agronegócio mineiro, sob o risco desses eventos migrarem para outros Estados. Queremos criar nessa reunião um canal de diálogo entre essas entidades e o Governo de Minas, para tentarmos encontrar a melhor solução”, disse Tolentino.
O PARQUE
A história do Parque da Gameleira começa em 1908, quando o terreno foi adquirido durante o mandato do governador João Pinheiro e inaugurado em 1938, já durante o mandato do governador Benedito Valadares. Em 1990, o Parque foi tombado e declarado monumento histórico e em 1998, foi criado um projeto para transformar o local em um espaço multiuso, mas esse projeto nunca saiu do papel.
Segundo os representantes das entidades que fazem uso do Parque, no dia 13 de setembro de 2011, em reunião com o Secretário de Estado da Agricultura Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento, eles foram surpreendidos com a informação de que o local seria desativado e toda sua estrutura demolida para a construção de três pavilhões e um hotel.
“Queremos ver junto ao Governo a possibilidade da  reforma e manutenção do Parque, que já é considerado um ponto histórico e tradicional na realização de eventos agropecuários em Belo Horizonte. Entretanto, se a desativação do local for uma decisão definitiva, vamos trabalhar para que o Parque continue a funcionar até que o Governo de Minas construa um novo local para abrigar os eventos”, finalizou Tolentino.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.