terça-feira, 14 de Outubro de 2014 11:14h Atualizado em 14 de Outubro de 2014 às 11:25h. Mariana Gonçalves

Dois anos de abandono

Inaugurado, mas nunca utilizado, Núcleo Esportivo de Carmo do Cajuru é apenas mais um lote “vago”

A poucos metros da entrada de Carmo do Cajuru está o Núcleo Esportivo Comunitário, que já foi chamado também de Ginásio Recreativo de Carmo do Cajuru. O local tem amplas quadras de futebol, uma boa pista de Skate, vestiários, parquinho infantil e quiosques. O local é uma excelente área de lazer e de incentivo à prática de esportes. Ou seria, se estivesse funcionando.
O espaço já recebeu diversas melhorias e reformas, mesmo nunca tendo sido usado. O último ganho do núcleo foi a construção da pista de skate, que irá completar dois anos em dezembro, mas nunca foi aberta. O cenário é de completo abandono, o que facilita a deterioração pelo tempo e o vandalismo.
As paredes do vestiários e os muros da pista de skate estão pixados, a vegetação toma conta do parquinho infantil e, diferente do real propósito, hoje o ambiente serve de esconderijo para usuários de drogas. Algumas pessoas até tentam aproveitar o campo de futebol, mas a atitude é oficialmente proibida, pois toda a área está cercada e o portão trancado a cadeado.
Nos fundos do terreno passa um rio que forma a conhecida “Prainha de Cajuru”. Logo na entrada existe uma placa de aviso da prefeitura alertando que há tempos o trecho também foi proibido a banhistas devido ao significativo número de afogamentos.

 

 

 

SEMPRE DISTANTE
O cuidador de idosos, Vicente Eustáquio, conta já ter visto mais de uma vez o núcleo ser reformado, porém, tanto trabalho se perde com o tempo. “Que eu me lembro, esse espaço já foi reconstruído quatro vezes. Eles [prefeitura] gastam dinheiro aqui todos os anos, inclusive, já escutei dizer que esse ano vem verba para a reforma do espaço mais uma vez”, destaca.
Eustáquio mora bem próximo ao tão prometido espaço de lazer desde 1979, e diz ter acompanhado de perto as mudanças feitas no lugar. Ele faz questão de deixar a sua indignação quanto ao sonho que nunca se concretiza. “Como inaugura-se um espaço que está interditado? E não falo só pelo fato de terem murado esse local, falo porque essa região da Prainha está interditada desde 1989.”

 

 

 

EM ANDAMENTO
Em nota, a assessoria de comunicação da Prefeitura de Carmo do Cajuru informou que já estudou medidas para colocar em uso, principalmente, a pista de skate. E está levando em consideração o fato do local ter sido interditado há anos pela justiça, mas não explica por que o Núcleo nunca foi aberto nem dá prazos concretos para que isso aconteça.
“Ao assumir o governo em 2013, o prefeito, José Clarete, se comprometeu a colocar em uso o mesmo local, que já foi considerado um dos mais visitados da cidade. Com isso, foi elaborado um projeto para instalação de energia elétrica, com refletores e outras funcionalidades, para que o local venha a ser usado em qualquer hora do dia e da noite. Este estudo também abrange a revitalização de toda área criando novos atrativos, que não envolvem a apenas a pista de Skate, para o lazer. Contudo, o próximo passo para a conclusão do projeto é a licitação da empresa responsável para assumir as obras de instalação de energia no local. Estima-se que ainda neste ano a pista já tenha recebido avanços para sua devida utilização”, diz o texto da nota.

 


Crédito: Giovani Santos

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.