quarta-feira, 17 de Dezembro de 2014 10:58h

Duas empresas anunciam expansão em Minas com investimentos de R$ 25 milhões

Empreendimentos nos ramos de computação e calçados vão criar 300 novos empregos nas regiões Central e Sul de Minas

A Bel Micro Computadores e a Stick Fran, do ramo de calçados, escolheram Minas Gerais para expandir suas atividades e agregar valor aos seus produtos. As duas empresas assinaram, nesta quarta-feira (17/12), protocolos de intenções com o Governo de Minas Gerais por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede) e do Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (INDI). Os investimentos somam mais de R$ 25 milhões e serão responsáveis pela criação de mais de 300 novos empregos diretos e indiretos na região central e no Sul de Minas.

A Bel, atuante no ramo de montagem de computadores, pretende expandir suas atividades por meio da construção de uma nova unidade em Belo Horizonte, o que vai ampliar a produção de 2 mil para 30 mil unidades ao ano. O protocolo prevê o investimento de R$ 10,7 milhões e permitirá que a empresa monte computadores mais competitivos e também produza notebooks, bem como aumente a oferta de serviços, com a venda de servidores, impressoras, tonners e demais acessórios ligados ao setor.

A empresa tem 14 funcionários e oito representantes comerciais presentes em outros estados brasileiros. O diretor da Bel, Leonardo Buque Alvarenga, estima que, com o investimento, serão gerados mais 170 novos postos diretos e indiretos, todos com mão de obra qualificada e especializada. “Nosso mercado é muito competitivo. Só terá sucesso nessa área quem investir na qualidade e no diferencial do seu produto, além de buscar o apoio do Estado para se desenvolver”, afirma.

Calçados em alta

Criada no ano de 1999 em Franca, São Paulo, a Stick Fran Componentes para Calçados também escolheu o Estado de Minas Gerais para expandir suas atividades. A empresa é uma das principais fornecedoras de componentes de calçados do Brasil e, a partir de aportes de R$ 14,5 milhões, irá implantar, em Claraval, no Sul de Minas, uma fábrica para produção de zíper, além de transferir a unidade de produção de cadarços e fitas paras bolsas de Franca (SP) para Minas.

Com o empreendimento, que deve ser inaugurado no primeiro semestre de 2015, a empresa prevê um aumento do faturamento em 35%. Hoje a marca produz mais de 21 mil itens de composição de calçados para atender a cerca de 12 mil clientes, dentre eles a Beira Rio e a Dakota. “Acreditamos muito nesse projeto. Tenho certeza que vamos reproduzir, em Claraval, o sucesso obtido em Franca”, afirma o diretor da Stick Fran,  Renato Raimundo.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.