sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2012 09:42h Atualizado em 24 de Fevereiro de 2012 às 11:09h. Marina de Morais

E-mail divulga informações equivocadas sobre consumo de peixes pangas

Durante a quaresma é comum que pessoas façam penitências de abstinência de carnes vermelhas. É então que o consumo de peixes aumenta. Entretanto, um e-mail que circula pela internet tem assustado as pessoas acerca do consumo de peixes de uma espécie: o panga.
De acordo com o e-mail, os pangas, peixes naturais do Vietnã, estariam contaminados por bactérias e vermes de até dois centímetros. O e-mail ainda faz juízos de valor sobre o cultivo dos peixes, como no trecho: “Basicamente, são peixes com hormônios injetáveis (produzidos por uma empresa farmacêutica na China) para acelerar o processo de crescimento e reprodução. Isso não pode ser bom”. Entretanto, o cultivo de peixes com utilização de hormônios é tão comum quanto à adubação de plantas e legumes.
José Eustáquio, proprietário de uma peixaria de Divinópolis, diz que os consumidores têm comentado sobre o e-mail, mas que não acredita em sua veracidade. Ele conta a desconfiança em torno do consumo do peixe panga se dá devido ao seu baixo custo em relação aos demais.
José Eustáquio diz que o panga é um peixe bonito e acessível e é por isso que as pessoas estão desconfiadas sobre a qualidade de sua carne. Outro fator que contribue para a desconfiança dos consumidores foi a divulgação de fotografias do Rio Mekong, em que as condições de criação dos peixes seria contestável.
Entretanto, como afirma o proprietário, os peixes vietnamitas precisam passar por uma inspeção rigorosa realizada pelo Governo Federal para poderem entrar no país. Ele diz que acredita que a entrada dos peixes não seria permitida, caso houvesse alguma irregularidade sobre sua qualidade.

O preço do panga

Um dos fatores que poderia contribuir para a chamada de atenção dos consumidores acerca do panga é o valor pago por ele. Eustáquio conta que os peixes têm uma qualidade muito boa e que são vendidos com ou sem gordura, em forma de filé ou lombo.
O valor pago por 1kg de filé de panga é R$12. O peixe é importado. Já peixes nacionais podem chegar até R$30, por kg. Assim, há uma desvalorização dos produtos nacionais em relação aos importados. Se o brasileiro paga mais barato por um produto importado que teria, até então, a mesma qualidade de peixes criados no país, há um aumento nas vendas dos importados e uma queda dos nacionais. Afinal, é possível comer até 2kg de panga com o valor pago por apenas 1kg de peixes brasileiros.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.