segunda-feira, 23 de Novembro de 2015 12:31h Agência Minas

Educação realiza chamada pública para composição do Catálogo Literário Autorias da Diversidade

Cadastro e a pré-inscrição para a composição do catálogo virtual terá início a partir das 9h do dia 27 de novembro até às 17h do dia 17 de dezembro

A Secretaria de Estado de Educação (SEE) publicou na edição do último sábado (21/11) do Diário Oficial de Minas Gerais a chamada pública 01/2015. O documento tem por objetivo selecionar obras literárias acessíveis e de referência para a formação do “Catálogo Literário Autorias da Diversidade”, destinado a escolas da rede estadual de ensino de Minas Gerais. A iniciativa visa estimular e revitalizar as bibliotecas escolares, entendidas pela SEE como importante ferramenta de aprendizagem.

A chamada pública tem por objetivo permitir a participação de diversos autores e editores no processo de composição do acervo que vai servir às escolas estaduais de Minas Gerais. A iniciativa ainda tem como prioridade o incentivo à leitura, o desenvolvimento do letramento literário, a diversificação da composição do acervo literário com a participação efetiva de estudantes e profissionais da educação, a valorização do protagonismo autoral comprometido com a valorização da literatura no âmbito das políticas da diversidade, inclusão e gestão participativa, o incentivo à criação de projetos gráfico-editoriais inovadores e o estímulo a microempresas no campo editorial. A chamada integra as ações afirmativas da Secretaria de Estado de Educação, em especial a “Campanha Afroconsciência – Com essa história, a escola tem tudo a ver”.

O cadastro e a pré-inscrição para a composição do catálogo virtual terá início a partir das 9h do dia 27 de novembro até às 17h do dia 17 de dezembro e deverá ser feito no site www.catalogoautoriasdadiversidade.educacao.mg.gov.br.

O Catálogo será composto por até 200 obras literárias e obras literárias acessíveis e até 100 obras pedagógicas de referência destinadas à formação e atuação de mediação de leitura e obras pedagógicas de referência acerca da temática da gestão democrática participativa. O processo de composição ocorrerá por meio de duas fases: triagem e avaliação pedagógica das obras. Em ambas, a Secretaria contará com a atuação de uma Comissão de Especialistas e de Gestores públicos.

Após a triagem e a avaliação pedagógica, o catálogo será disponibilizado por meio digital no site da Secretaria de Estado de Educação, em um ambiente específico. As escolas terão liberdade de escolha das obras e poderão fazer a aquisição de forma on-line a partir de recursos financeiros que serão repassados por meio da caixa escolar. As instruções para aquisição e utilização das obras estão disponíveis no mesmo endereço eletrônico.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.