terça-feira, 29 de Janeiro de 2013 12:42h Agência Minas

Em 2012, Governo de Minas formou mais 16 mil educadores para atuar na educação infantil

Curso Normal, por dar ao aluno uma formação em nível médio, é ofertado pela Secretaria de Estado de Educação desde 2008

 Por meio do Curso Normal, no último ano, a Secretaria de Estado de Educação (SEE) formou 16.146 profissionais para atuar na educação infantil. O curso, por dar ao aluno uma formação em nível médio, é ofertado pela SEE desde o ano de 2008. Naquela época, cerca de 6.330 alunos buscavam formação na área de educação infantil.

O Curso Normal é ofertado em 236 escolas da rede estadual de ensino. Durante a formação, o aluno recebe orientação pedagógica, humana e filosófica. Ele aprende, por exemplo, formas de ministrar aulas e de trabalhar conteúdos específicos nas áreas de Português, Matemática, Ciências, História e Geografia.

A subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica, Raquel Elizabete de Souza Santos, explica que a oferta da habilitação está dentro da cooperação técnica entre estado e município. “A formação destes profissionais para educação infantil é um compromisso do estado, embora a educação infantil não seja nossa responsabilidade constitucional. A criança que tem uma boa educação infantil tem uma trajetória escolar diferenciada, daí a importância de ter profissionais habilitados e com o conhecimento adequado”, destaca.

Curso Normal

A habilitação é oferecida em duas modalidades: a integrada, em que o estudante que possui o ensino fundamental tem a possibilidade de cursar o ensino médio e ao mesmo tempo recebe a formação para atuar na educação infantil. Nesse caso, o curso tem duração de quatro anos. Já a modalidade de aproveitamento de estudos é destinada ao aluno que possui formação no ensino médio, mas deseja ter habilitação para trabalhar como educador infantil. Nessa situação, o curso tem duração de um ano e seis meses.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.