terça-feira, 12 de Novembro de 2013 10:33h Redação

Em entrevista, subsecretário afirma que Aeroporto de Confins vai ser a nova porta de entrada do país

Segundo Luiz Antônio Athayde, com as obras previstas, a expectativa é que o terminal aéreo receba 20 milhões de passageiros e 200 mil toneladas de carga, diz o Jornal da CBN

Em entrevista concedida ao Jornal da CBN, nesta terça-feira (12), o subsecretário de Investimentos Estratégicos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, Luiz Antônio Athayde, fala sobre a expectativa do leilão do Aeroporto Internacional Tancredo Neves - Confins.

"Nós estamos confiantes com toda preparação do edital do leilão e de que teremos candidatos. Temos que atrair operadores globais, internacionais, para buscar maior capacidade de competição para a economia brasileira", afirma à reportagem da CBN o subsecretário.

Ainda segundo Luiz Antônio Athayde, o terminal aéreo está sendo preparado para ser o novo portão de entrada no Brasil. "Minas Gerais não tem porto, mas terá um porto aéreo. Isso é muito importante para o processo de diversificação da economia do Estado", destaca o subsecretário.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.